Recall da Toyota convoca Camry e modelos da Lexus

|Foto: Divulgação/Toyota

Um recall da Toyota foi anunciado pela empresa e pelo Procon-SP nesta semana. Segundo o comunicado, o problema envolve o Toyota Camry e alguns modelos da Lexus, que é a divisão de luxo da fabricante japonesa.

Recall da Toyota

Os veículos convocados contam com uma bomba de combustível de baixa pressão. Por conta de um problema de fabricação, essa bomba pode apresentar trincas no impulsor, o que pode causar deformação e prejudicar o fornecimento de combustível. Com isso, há o risco de o veículo parar de funcionar mesmo em altas velocidades.

Veículos convocados

Abaixo, veja os carros convocados neste recall da Toyota.

  • Toyota Camry fabricação: 4/2 a 28/3/2019 chassis (ordem não sequencial) JTNBZ3HK* de K3008425 a K3009269;
  • Lexus NX300 fabricação: 11/5 a 14/5/2018 chassis (ordem não sequencial) JTJBARBZ* de J2178631 a J2178870;
  • Lexus RX350 fabricação: 4/7/2017 a 13/5/2019 chassis (ordem não sequencial) JTJBZMCA* de H2026938 a K2045044;
  • Lexus ES300h fabricação: 5/92018 a 20/2/2019 chassis (ordem não sequencial) JTHB21B1* de K2008307 a K2037346.

Os proprietários podem agendar o reparo em uma concessionária da marca a partir do dia 23 de abril. Para agendamento e mais informações a empresa disponibiliza o telefone 0800 703 0206 e o site www.toyota.com.br/servicos/recall. No caso da Lexus, o telefone é o 0800 539 8727 e o site www.lexus.com.br/pt/contact-us/recall.html.

Outros casos

Além da Toyota, há outros recalls em aberto no Brasil. O Garagem360 divulgou nesta semana a convocação de alguns modelos da Honda. Todos os detalhes podem ser vistos aqui. Há também um recall em aberto do Chevrolet Tracker.

A Volkswagen chamou a picape Amarok para recall há alguns dias, já que existe o risco do estepe se soltar. Todos os detalhes do recall estão disponíveis neste link.

A Renault anunciou recentemente a convocação de alguns veículos fabricados em 2020. Foram convocados os modelos Duster, Duster Oroch, Sandero e Logan. Todas as informações podem ser vistas aqui.

O grupo Stellantis também está com recall em aberto no País. Trata-se de mais um recall motivado pelos airbags produzidos pela japonesa Takata. Por conta disso, alguns veículos da Fiat foram chamados para a troca das bolsas infláveis. O texto completo pode ser visto neste link.

Há um outro recall envolvendo uma marca do Stellantis. Nesse caso, é uma convocação da Jeep e que envolve 1.685 unidades do Grand Cherokee, fabricados entre 2014 e 2015. Segundo o comunicado da Jeep, foi identificada uma falha no sensor de posição do virabrequim dos veículos. Esse problema impossibilita a partida do motor, e em casos extremos pode causar o desligamento repentino do veículo, mesmo em movimento. Todos os detalhes do recall podem ser vistos clicando aqui.

Leo Alves
Leo AlvesJornalista formado na Universidade Metodista de São Paulo e participante do curso livre de Jornalismo Automotivo da Faculdade Cásper Líbero, sou apaixonado por carros desde que me conheço por gente. Já escrevi sobre tecnologia, turismo e futebol, mas o meu coração é impulsionado por motores e quatro rodas (embora goste muito de aviação também). Já estive na mesma sala que Lewis Hamilton, conversei com Rubens Barrichello e entrevistei Christian Fittipaldi.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar