A mudança deverá constar no documento, e se for feita sem autorização do órgão de trânsito pode render multa de R$ 127,69

Não basta escolher a cor adequada e uma oficina de confiança para pintar o carro com outra tonalidade. O motorista que deseja realizar essa mudança precisa ficar atento aos procedimentos legais para não acabar entrando em uma encrenca com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

O Código de Trânsito Brasileiro diz que “nenhum proprietário ou responsável poderá, sem prévia autorização da autoridade competente, fazer ou ordenar que sejam feitas no veículo modificações de suas características de fábrica”. Desta forma, a alteração sem licença prévia do órgão prevê multa de R$ 127,69 e perda de cinco pontos na carteira nacional de habilitação, além da apreensão do documento do carro até que a situação seja regularizada.

A regra, de acordo com Daniel Quesada, assessor da Diretoria de Veículos do Detran de São Paulo, vale para os proprietários que queiram alterar a cor de mais de 50% da área do veículo. O mesmo procedimento é indicado para o envelopamento, mas com uma exceção: se o adesivo for da mesma cor que a carroceria, a autorização do Detran não se faz necessária.

Veja mais: Serviço de pintura automotiva exige cuidados

Abaixo segue um passo a passo de como alterar a cor do automóvel corretamente. O processo é válido para o estado de São Paulo e pode sofrer alterações em outras regiões.

1. Separe os seguintes documentos:
Identificação pessoal – original e cópia simples
Certificado de Registro do Veículo (CRV) – original
CPF – original e cópia simples
Comprovante de endereço – original e cópia simples com data de até 3 meses
Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) – original e cópia simples
No caso de carros 0 km, será necessária a nota fiscal . Se o veículo for de pessoa jurídica também se faz necessária a cópia do Contrato Social e do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ)

2. Vá ao Departamento de Trânsito (Detran) do município onde o veículo está registrado e informe que deseja alterar suas características originais. Se a unidade for dentro de algum Poupatempo será necessário realizar agendamento prévio.

3. Peça o formulário de “autorização prévia para modificação do veículo”. Ele também pode ser encontrado para impressão no site do órgão em alguns estados, como em São Paulo.

4. Preencha corretamente os dados e devolva o formulário ao Detran.

[media-credit name=”Divulgação/Zero Pintura Automotiva” align=”alignright” width=”300″]pintura[/media-credit]

5. Aguarde até que o órgão libere a mudança. Se houver débitos pendentes, tais como multas atrasadas, o processo poderá ser negado até a regularização do veículo.

6. Com a autorização em mãos, leve o carro até uma oficina especializada para fazer a nova pintura.

7. Volte ao Detran em posse dos documentos e da nota fiscal do serviço realizado e preencha um novo Certificado de Registro do Veículo. Esse serviço é pago e a taxa pode custar R$ 163,33, caso o licenciamento do ano já tenha sido realizado, ou R$ 235,88 se o veículo não estiver com o licenciamento atual pago.

  • Adriano Kupas

    Acho uma sacanagem o carro e do kra ta pago quitado e ainda tanque pagar para mudar alguma coisa em algo que e meu!
    Daqui a pouco temos que entra com um formulário pro estado pedindo autorização para poder fazer um corte de cabelo ou transplante!

  • CONCORDO COM MEU AMIGO ADRIANO, SE VAMOS PAGAR UM VALOR BEM ALTO COM UMA NOVA PINTURA, ERA SÓ PREENCHER TAL FORMULARIO SEM TER QUE GASTAR ESSE VALOR ABSURDO COMO TAXA É UMA ROBALHEIRA SÓ ESSE PAÍS DE POLITICOS E EMPRESARIOS LADRÕES, JÁ NÃO BASTA ESSE GOVERNO AMERICANO ASSALTANDO NOSSA SOCIEDADE COM UMA MOEDA ESTRANGEIRA DELES CHAMADO DOLAR QUE NÃO TEM SENTIDO ALGUM FICAR LIMITANDO O VALOR DE NOSSOS PRODUTOS, ETC… EMPEDINDO NOSSO DESENVOLVIMENTO ECONOMICO. TEM QUE ATURAR ESSES OUTROS VAGABUNDOS ROUBANDO NOSSO DINHEIRINHO SUADO. VÃO TOMAR AQUELA BEBIDA NOKU TODA ESSES EXPLORADORES DE UMA FIGA.

    • TÔ DE ACORDO COM MEU COMPANHEIRO MARCOS ACIMA. TEMOS QUE MANDAR ESSES EXPLORADORES DE UMA FIGA TOMAR MESMO MUITA BEBIDA NOKU DELES. TÁ FICANDO INSUPORTAVEL ATURAR TANTO LADRÃO AQUI NO BRASIL E FORA DO BRASIL COMO ESSE GOVERNO AMERICANO ROUBANDO NA CARA GRANDE TANTA COISA DO NOSSO BRASIL, E AINDA COBRAREM ESTE TIPO DE SOLICITAÇÃO NESSE VALOR ABSURDO, BASTARIA PAGAR O VALOR DO FORMULARIO E PRONTO E UNS10 A 20 % DESSE VALOR POR FORA. SE CONTUAR ASSIM ESSA ROBALHEIRA TODA, ISSO VAI DAR MERDA.

  • David’

    Meu Palio é cinza, mais todos falam que parece verde isso ta me deixando loco. Queria saber se pode mudar esse cinza para um cinza mais escuro, pode sem ter que mudar o documento e nem paga esse absurdo ?

    • Vinícius

      Pode sim… Não importa o tom do cinza… desde que seja cinza.

  • Sandro Paz

    Alguém sabe quanto tempo leva para o DETRAN liberar a autorização??

    • Rob.luy

      David fui ate o Detran para mudar a cor da minha moto que e grafiti fosco porem o documento marca a cor cinza fui enformado que posso usar qual quer tom de cinza sem ter que mexer no documento sendo cinza vc pode por qual quer tom só não confunda com o prata.

  • Cristiano Bezerra

    Olá bom dia!

    E se nesse caso não for pintura e sim envelopamento, a situação é a mesma?, e como vc descreve nas instruções, levar a nota fiscal do serviço, nesse caso se o envelopamento for feito por mim, levo a nota fiscal do vinil que foi usado?

    Muito obrigado

    • Gustavo Rockfeller

      Boa tarde. Independente de pintura ou envelopamento, se alterar a cor do veículo em 50%, é obrigatório esse trâmite. Em relação a nota fiscal, sim, você deve levar a nota do produto que foi usado.