Recall: MINI Cooper Countryman é chamado por risco de incêndio

NotíciasRecall 26 de setembro de 2018 Da Redação 0

A MINI convocou 433 modelos MINI Cooper Countryman, fabricados entre 1º de fevereiro de 2017 e 18 de julho de 2018, para recall. As unidades envolvidas devem ser levadas a concessionárias autorizadas da marca para a instalação gratuita de uma chapa de proteção na bomba de combustível.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

O serviço é necessário porque a montadora detectou que, em caso de colisão dianteira severa, a válvula de controle do fluxo da bomba de combustível pode se quebrar. Isso pode desencadear vazamento de combustível, e, consequentemente, risco de incêndio.

Recall do modelo MINI Cooper Countryman 

MODELODEATÉ
MINI Cooper Countryman3D625903F91309

Os atendimentos podem ser agendados a partir do dia 5 de outubro de 2018 e os serviços de verificação e substituição do componente tem duração estimada de 1 hora. Para obter mais informações sobre este recall, acesse www.mini.com.br/recall ou entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente BMW, exclusivo para recall, no 0800 019 7097, de 2ª a 6ª feira, das 8h às 19h.

LEIA MAIS: Recall da Mercedes-Benz convoca Classe C e GLC AMG por problema no sistema elétrico
Recall: Subaru chama Legacy e Outback por falha no sistema de freio eletrônico

Outros recalls 

Na galeria, veja outros veículos que foram chamados para recall nos últimos meses:

 
 
  • Recall: Lexus CT 200h apresenta problemas no tanque de combustível e tubo para abastecimento do carro
  • Fiat Uno e Fiat Strada foram convocados para recall |Foto: Divulgação
  • Fiat Uno e Fiat Strada foram convocados para recall |Foto: Divulgação
<
>