Peruas, minivans e até hatches médios: veja segmentos ameaçados de extinção

Galeria 11 de dezembro de 2017 Leo Alves 0

Nos últimos tempos, o mercado automobilístico brasileiro tem vivenciado algumas mudanças. Segmentos que antes estavam entre os favoritos dos consumidores têm se curvado para os que estão na moda. As peruas, que eram símbolo de carro familiar até os anos 90, foram ofuscadas pelas minivans na década passada. Essas, por sua vez, agora perderam terreno para os SUVs.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Só que a moda dos utilitários esportivos não tem vitimado somente peruas e minivans. Os hatches médios eram sinônimo de veículos esportivos e desejados pelo público mais jovem. Hoje, as vendas são tão baixas que em novembro o segmento representou cerca de 1% das vendas de automóveis novos, segundo os dados da Fenabrave.

A vida das picapes compactas também já foi mais fácil. Até poucos anos Volkswagen, Fiat, Chevrolet, Ford e Peugeot tinham veículos na disputa. Atualmente somente as três primeiras seguem, sendo que a Strada e a Montana não são atualizadas há um bom tempo.

LEIA MAIS: Recall: Jeep Cherokee apresenta problema no módulo que controla airbags e cintos de segurança

Novo hipercarro da McLaren homenageia Ayrton Senna no nome e tem 800 cv

Nesse caso, o surgimento das intermediárias Fiat Toro e Renault Duster Oroch ofuscou um pouco as menores. É verdade que Strada, Saveiro e Montana seguem com boas vendas, mas a primeira está há 20 anos no mercado sem grandes alterações. A da VW é mais moderna, mas já conta com 8 anos de estrada. Já a da Chevrolet foi lançada em 2010 e até hoje conserva a frente do Agile, que foi descontinuado em 2014.

Para ilustrar a situação, confira na galeria especial alguns veículos desses segmentos que correm risco de extinção.

 

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *