Tags

Notícias

Opinião: Em GP insano, Riccardo vence no Azerbaijão e guerra entre Vettel e Hamilton é declarada

Créditos: Foto: Zak Mauger/LAT Images/Fotos Públicas

Surpreendente é a palavra que define o GP do Azerbaijão. Em um cenário improvável, Daniel Riccardo venceu com sua Red Bull, encerrando a série de 13 corridas sem vitórias. Valtteri Bottas conquistou o segundo lugar na linha de chegada com sua Mercedes, e Lance Stroll subiu ao pódio pela primeira vez com sua Williams.

Foi uma corrida completamente atípica nas ruas de Baku. Na largada, o pole Lewis Hamilton disparou na ponta com sua Mercedes. Atrás dele, Kimi Raikkonen forçou uma ultrapassagem por fora em Bottas e os dois finlandeses se chocaram. No toque dos conterrâneos, o da Ferrari se saiu melhor e só perdeu algumas posições. Já Valtteri caiu para último com o furo de seu pneu, uma volta atrás do líder.

LEIA MAIS: Inverno: saiba como preservar a pintura automotiva durante a estação

Cemitério de carros: veja veículos abandonados nas ruas do Brasil e do mundo

Parecia que a corrida estava terminada para o número 77, mas ele conseguiu se recuperar conforme as voltas foram passando. Riccardo também parecia ter poucas chances na corrida, já que precisou fazer um pit stop muito cedo e caiu para 17º no grid. A sorte de ambos, assim como a de Stroll, mudou por causa do segundo safety car.

Hamilton era o líder, seguido por Vettel. No momento em que o carro de segurança deixou a pista, o inglês reduziu sua velocidade e o alemão bateu na traseira de Lewis. Insatisfeito com a freada, o tetracampeão alinhou e colidiu propositalmente sua Ferrari na lateral da Mercedes. O clima entre os dois azedou, e ambos trocaram farpas durante e depois da corrida.

Vettel acabou sendo punido com uma parada de 10 segundos nos boxes, mas ficou barato. Não seria nenhum exagero se o alemão fosse excluído da corrida por atitude antidesportiva. Ele ainda deu sorte que Hamilton precisou fazer uma parada extra nos boxes, por conta de um problema em seu protetor de cabeça que estava solto no carro. Com isso, o inglês voltou atrás da Ferrari do alemão, terminando a prova em quinto, com o tetracampeão na quarta colocação.

Guerra entre campeões

Hamilton tinha tudo para encostar em Sebastian na classificação, mas seu azar no Azerbaijão fez com que a distancia aumentasse mais alguns pontos. O tricampeão tem 139 pontos, contra 153 pontos do alemão da Ferrari. Bottas é o terceiro com 111 pontos.

Se antes os dois líderes se elogiavam publicamente, agora tudo indica que teremos uma rivalidade maior entre os multicampeões. O campeonato, que já está acirrado, tende a ficar ainda mais agitado daqui para frente.

A próxima parada da F-1 é na Áustria, daqui duas semanas. A esperança é que o circuito da Red Bull proporcione mais um capítulo da disputa dentro e fora das pistas entre Hamilton e Vettel, mas que dessa vez não haja brigas de trânsito entre os dois.

Foto: Reprodução
Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.