Opinião: Hamilton domina o GP de Singapura e está cada vez mais próximo do título

Notícias 17 de setembro de 2018 Leo Alves 0

Lewis Hamilton foi o grande vencedor do GP de Singapura neste domingo. E não foi só pela vitória sem grandes riscos. Como Vettel foi apenas o terceiro, o inglês ampliou sua vantagem na liderança do campeonato para 40 pontos. Além disso, no sábado ele já tinha conseguido uma volta espetacular para conseguir a pole position. Já que todos os ventos sopram em direção ao tetracampeão da Mercedes, somente uma catástrofe pode impedir o quinto título do piloto.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

GP de Singapura: corrida

Partindo da pole, Hamilton sabia que era preciso contornar a primeira curva em primeiro. Ao seu lado, em segundo, estava Max Verstappen com sua Red Bull. Atrás, em terceiro, estava Vettel. Lewis sabia que o alemão iria fazer de tudo para tentar a ponta no começo da prova. E Sebastian bem que tentou, conseguindo uma bela ultrapassagem nos primeiros metros e assumindo a segunda colocação. Assim que fez a manobra, o Safety Car entrou na pista para limpar s sujeira da Force India de Ocon, que foi jogado para fora por seu próprio companheiro de equipe.

Na relargada, os ponteiros mantiveram suas posições. E tudo seguiu dessa forma até Vettel inaugurar a janela de pit stops, na volta 15. Na parada, em vez de devolver o alemão com os pneus macios, que eram os mais duros do final de semana, a Ferrari optou por colocar os compostos ultramacios. Nisso, ela acabou com as chances de vitória do tetracampeão, já que Verstappen e Hamilton voltaram dos boxes com os macios.

LEIA MAIS: Relembre a trajetória de Ayrton Senna na Fórmula Ford

Chevrolet Tracker Midnight chega às concessionárias em outubro; veja detalhes

Pior, a Red Bull de Max acabou voltando na frente de Vettel, que não conseguia fazer seu carro render depois dos boxes. Sendo assim, restou ao alemão se contentar com o terceiro posto, ficando com cara de poucos amigos no pódio.

Soberano

Para desespero de Sebastian e da Ferrari, Hamilton foi imbatível durante as 61 voltas da corrida. O único risco que correu foi por conta de Grosjean, que se recusava a abrir passagem para o líder, já que era retardatário, e fez com que Verstappen se aproximasse. Passado o susto, Lewis disparou outra vez e só apareceu para receber a bandeirada.

A fase atual do piloto do carro 44 lembra a de Schumacher nos tempos de glória. Por mais que os rivais tentem, parece que nada consegue impedir que o título deste ano caia nas mãos do inglês. Até mesmo quando o carro da Ferrari é melhor, tudo conspira em favor de Hamilton, como foi no GP da Alemanha, onde Vettel liderava com folga e bateu sozinho.

Vilão

Se o britânico foi o destaque positivo, Sérgio Pérez fez uma de suas piores provas na categoria. Além de ser o culpado pelo acidente com Ocon, ele ainda conseguiu bater propositalmente na Williams de Sergey Sirotkin, já que ficou preso boa parte da corrida atrás do russo. Por conta desses dois fatos, a punição de cumprir um drive-through acabou sendo branda. O mexicano merecia até uma exclusão da prova.

Classificação

Confira abaixo como ficou a classificação final do GP de Singapura de 2018.

Foto: Reprodução/F1.com
Classificação final do GP de Singapura de 2018 |Foto: Reprodução/F1.com
Classificação final do GP de Singapura de 2018