A partir de agora, motorista que levar multas de trânsito pode pagar com cartão de débito, ou até mesmo parcelar no crédito. Segundo o diretor do Departamento Nacional de Trânsito, Elmer Vicenzi, a iniciativa busca modernizar o sistema de pagamento de débitos com os veículos no Brasil.

LEIA MAIS: 99 adota tarifa dinâmica para corridas realizadas em São Paulo
Aplicativo reúne venda de peças e serviços de manutenção para carros nos smartphones

O Ministério das Cidades publicou no Diário Oficial, nesta quarta-feira (18), uma resolução que autoriza os órgãos responsáveis a arrecadar multas de trânsito e demais débitos relativos ao veículo com os cartões. Além disso, no caso do parcelamento, Vicenzi afirma também que é uma forma do proprietário do veículo se comprometer quanto ao pagamento com a operadora de cartão de crédito.

Anteriormente, o parcelamento de dívidas relativas ao carro já era permitido, por meio de documentos de arrecadação. Ainda de acordo com Vicenzi, muitos proprietários firmavam tal compromisso para obter o licenciamento do carro, mas não se comprometiam em cumprir com o pagamento das parceladas firmadas.