Esse pode ser o motivo do desgaste irregular do freio do seu carro

Cheiro estranho, demora para frenagens e roda mais quente que o normal são alguns dos sinais de desgaste irregular do freio. Possivelmente, o problema é nas pastilhas e o condutor só percebe que um lado “gastou mais que o outro” na revisão.

Desgaste irregular do freio é causado por pastilhas - Foto: Freepik
Desgaste irregular do freio é causado por pastilhas – Foto: Freepik

Pastilhas são motivo do desgaste irregular do freio

O desgaste ocorre naturalmente, uma vez que as pastilhas estão em constante atrito contra o disco. Elas são feitas para isso, mas se houver alguma coisa errada é hora de ligar o alerta para não comprometer demais peças do sistema.

As pastilhas de freio podem sofrer desgaste irregular. É o que diz Luciano Costa, gerente geral da Jurid, uma das líderes globais de componentes de freios.

Ele ressalta que essa irregularidade ocorre normalmente por conta de um desequilíbrio no sistema de freio devido a uma pinça travada e pressões diferentes em cada roda.

Costa recomenda a análise de todo o sistema, bem como sua manutenção.

“No caso da pinça de freio os pinos deslizantes devem ser devidamente lubrificados com um produto adequado que não agrida as borrachas e que suporte no mínimo 600°C para não derreter e assim garantir o bom funcionamento da pinça, indicamos o BL-20”, explica. 

O gerente também lembra que todas as peças do freio se interligam, assim quando há o desgaste irregular da pastilha, por exemplo, vai afetar o disco também. 

No pior dos casos, será necessário trocar também o disco, se este estiver comprometido.

Prevenir é melhor que remediar

A principal solução é a lubrificação das peças, uma vez que o uso cotidiano e condições climáticas podem favorecer o ressecamento das borrachas e travamentos.

Negligência quanto aos freios podem exigir troca do disco ou outros componentes - Foto: Shutterstock
Negligência quanto aos freios podem exigir troca do disco ou outros componentes – Foto: Shutterstock

A princípio, basta inspecionar a situação do fluido de freio. Geralmente é necessário completar o compartimento a cada 10 mil km ou 12 meses ou se houver qualquer sinal de desconforto com a frenagem.

Além disso, fazer a substituição completa do fluido a cada 3 anos.

Costa ressalta que os travamentos resultam no espelhamento do material de atrito da pastilha por superaquecimento, além de preservar a vida útil das pastilhas.

Outro ponto importante na hora da substituição das pastilhas é realizar sempre aos pares, jamais fazer apenas a troca de um lado.

Os modelos mais novos de pastilhas de freio apresentam sensores mecânicos ou eletrônicos que alertam a hora exata de trocar as pastilhas antes de comprometer o sistema de freios.

Caso não tenha, é importante prestar atenção se a luz de freio de freio de mão acende no painel, pois é um indicativo de que as pastilhas ou os discos de freio estão gastos, ou há vazamento de fluido.

 

Robson QuirinoSou Robson Quirino. Formado em Comunicação Social pelo IESB-Brasília, atuo como Redator/ Jornalista desde 2009 e para o segmento automotivo desde 2019. Gosto de viagens rápidas, mas sonho em viajar em um cosmic car para o espaço sideral.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar