Ele não morreu? GM anuncia nova geração de carro elétrico icônico (e problemático)

Ao contrário do imaginário, o carro elétrico icônico Bolt EV não será descontinuado. Pelo contrário, deve receber uma nova geração nos próximos anos. É o que anunciou o CEO da GM, Mary Barra, em teleconferência recentemente. 

Bolt EV
Bolt EV é o carro elétrico icônico da GM que ganha nova geração – Foto: Divulgação

Bolt – carro icônico da GM vai ganhar nova geração

A proposta da marca é oferecer um automóvel versátil, com excelente preço e com forte tecnologia embarcada para ter um representante forte no mercado de eletrificados. 

“Nossos clientes adoram o Bolt de hoje. Tem apresentado vendas recordes e alguns dos mais altos índices de satisfação e fidelidade do cliente no setor”, disse Barra. “É também uma importante fonte de conquista de vendas para a empresa e para a Chevrolet.”

VEJA TAMBÉM

Sem dar muitos detalhes, o CEO afirmou que o desenvolvimento do hatch será rápido, em um programa totalmente novo, com menores investimentos, bem como a aplicação das tecnologias  as tecnologias Ultium e Ultifi. 

A nova plataforma Ultium já agrega a bateria e, de acordo com a marca, permite desenvolver um carro mais leve, eficiente e tecnológico

Plataforma Bolt EV
Plataforma Bolt EV – Foto: Divulgação

Histórico de problemas

Apesar de ser o veículo mais acessível da marca em alguns países, o Bolt EV carrega consigo uma reputação problemática, mas para não dizer que estamos polemizando o carro à toa, vamos aos recalls do Bolt EV:

Agosto de 2018 – Problemas no revestimento dos pistões da pinça do freio traseiro, porém foi compartilhado com outros modelos da marca.

Março de 2020 – Problemas no cabo da maçaneta dentro das portas traseiras, assim o atrito com a janela pode quebrá-lo. 

Novembro de 2020 – Bolt EV 2017/18 com problema na bateria de alta tensão, que pode pegar fogo quando carregada 100%.

Dezembro de 2020 – Bolt EV 2020 com problemas na pinça de freio dianteira esquerda fundida incorretamente.

Dezembro de 2020 – Modelo 2020 e 2021, assim como outros carros da marca, com problema no cinto (fixação incorreta dos parafusos).

Junho de 2021 – Falha nos fixadores  que prendem o airbag frontal do motorista ao volante.

Junho de 2021 – Outro recall para os modelos 2017 a 2019 por possibilidade de combustão da bateria quando carregada com capacidade total ou quase total. 

Dezembro de 2022 – Problemas no pré-tensor do cinto de segurança após colisões nos modelos de Bolt EV 2017-2023. 

Agosto de 2023 – Problemas no painel de instrumentos que dificulta o acionamento do airbag do lado do passageiro. 

Setembro de 2023 – maior recall até então (10 mil unidades) por risco de fortes choques elétricos pelo carregador.

Eai? Você levaria o Novo Bolt EV para casa?

Robson QuirinoSou Robson Quirino. Formado em Comunicação Social pelo IESB-Brasília, atuo como Redator/ Jornalista desde 2009 e para o segmento automotivo desde 2019. Gosto de viagens rápidas, mas sonho em viajar em um cosmic car para o espaço sideral.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar