Conheça o Tama, carro elétrico de 71 anos e avô do Nissan Leaf

GaleriaNotícias 4 de abril de 2018 Da Redação 0

No início do pós-guerra, em meados dos anos 1940, a Tachikawa Aircraft (que depois se tornaria Tama Cars Co.) abraçou de vez o desenvolvimento de veículos elétricos. Um dos motivos foi a extrema escassez de gasolina.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Em 1947, a empresa conseguiu criar um protótipo de utilitário com dois lugares, capacidade de carga de 500 kg, impulsionado por um motor de 4,5 cv de potência e que atingia velocidade máxima de 34 hm/h. O modelo foi batizado de Tama, nome inspirado no local onde era produzido.

Em seguida, a empresa criou seu primeiro veículo de passeio, com duas portas e quatro lugares e capacidade para alcançar 35 km/h. A autonomia atingia 65 km com uma única carga. A ex-fabricante de aeronaves aplicou no Tama diversas ideias de seu negócio anterior, tanto no design quanto na construção do veículo. Entre elas, os compartimentos das baterias.

O Tama deu origem a dois modelos – utilitário e carro de passeio – e ambos foram disponibilizados com propulsões elétrica ou a gasolina. Em junho de 1948, a Tachikawa Aircraft mudou de nome e começou a operar como Tokfyo Electric Cars Co. E a Tama Electric Cars Co. tornou-se Tama Cars Co.

LEIA MAIS: Perigo: 36,1% dos motoristas não exigem que passageiros usem o cinto de segurança no banco de trás

Túnel do Tempo: Relembre os modelos mais vendidos nos anos 70, 80 e 90

Juntas, as duas companhias foram responsáveis pelo Tama Junior (carro de passeio compacto lançado em 1949) e pelo Tama Senior (veículo médio que chegou ao mercado em 1949). Em 1952, as empresas se tornaram Prince Motor Co. Limited e, em 1966, a Prince se fundiu com a Nissan.

Especificações – Tama 1947


Dimensões: (comprimento/largura/altura): 3.035/1.230/1.630 mm
Entreeixos: 2.000 mm
Peso: 1.100 kg
Passageiros: 4
Autonomia: 65 km
Potência: 3,3 kW (4,5 cv)
Baterias: Chumbo-ácido (40V/162Ah)
Velocidade máxima/econômica: 35 km/h / 28 km/h

A bateria substituível do Tama
O compartimento para bateria ficava no chão da cabine do elétrico Tama. Havia um compartimento em cada lado do carro. As baterias eram equipadas com puxadores e pequenas rodas que facilitavam no momento de substituir as usadas pelas carregadas. Graças a essa e outras funcionalidades de engenharia, o Tama teve excelente desempenho em testes de performance conduzidos pelo Ministério do Comércio e Indústria em 1948.

Veja imagens do Tama.

 
 
<
>