Chevrolet Onix RS 2022: visual esportivo vale o investimento?

Chevrolet Onix RS 2022
Os detalhes da versão RS do Onix |Foto: Leo Alves/Garagem360

O Chevrolet Onix RS 2022 tem um dos visuais mais bacanas entre os hatches compactos. Ao olhar o carro, há uma sensação de velocidade e alto desempenho.

Porém, seu apelo esportivo fica por aí, já que o carro tem apenas um kit visual. Sob o capô, há o mesmo conjunto mecânico dos demais Onix turbo. Por isso, após andar uma semana com o carro, refleti bastante se ele é uma boa compra ou se é melhor já partir para os modelos mais completos do hatch.

Chevrolet Onix RS 2022
Visual esportivo ele tem, mas vale a compra? |Foto: Leo Alves/Garagem360

Chevrolet Onix RS 2022: convivência

Atualmente, há dois hatches compactos que são esportivos de fato. O principal é o Renault Sandero R.S, que foi até ajustado pela divisão esportiva da marca francesa. Já o segundo é o VW Polo GTS, que tem seu tempero, mas sua proposta é um pouco diferente da aplicada ao Sandero.

Por isso, um terceiro modelo com essa proposta na categoria seria muito bem-vindo. Acontece que a Chevrolet deixou a oportunidade passar com o Onix RS. Seu visual é até chamativo, mas ele anda tanto quanto qualquer outra versão turbinada do hatch.

E isso não chega a ser ruim. Só não é esportivo. Sob o capô, o motor 1.0 turbo tricilíndrico rende 116 cv de potência (com etanol ou gasolina) e tem 16,8 kgfm (E) ou 16,5 kgfm (G) de torque máximo. No RS ele é acompanhado pelo câmbio automático de seis marchas.

Leia também: Onix: retomada da produção deve atrasar outra vez; qual o motivo?

Como todo o torque é entregue a 2 mil rpm, o RS é bem ágil no trânsito. Retomadas e partidas da imobilidade são feitas em poucos segundos. Além do bom desempenho, o motor é comedido em consumo, já que pode rodar mais de 15 km com um litro de gasolina pela certificação do Inmetro.

E o desempenho do carro agrada tanto que até parece que o motor é mais potente do que de fato é. No entanto, realmente não gosto do sistema de trocas manuais adotado pela Chevrolet. Os botões na alavanca não são práticos e ainda demoram para colocar a marcha desejada.

Dessa forma, o melhor é manter o câmbio no “D”, exceto se for necessário travá-lo em alguma marcha, como em uma descida de serra.

Vida a bordo

O Onix hatch tem um pouco menos de entre-eixos que o Onix Plus. Dessa forma, o espaço para quem viaja no banco traseiro é menor, mas ainda assim é o suficiente para dois adultos.

Já quem viaja na frente tem bastante espaço para as pernas e ombros. Para melhorar, os encostos de cabeça dianteiros poderiam ser reguláveis. No entanto, essa geração do Onix conta com encostos inteiriços, o que compromete um pouco o conforto, mas não ao ponto de ser um problema grande.

Por dentro, a cabine do Chevrolet Onix RS 2022 é toda escurecida. Alguns detalhes em vermelho no acabamento quebram o tom escuro e casam bem com o visual do carro.

No painel, a central multimídia de oito polegadas está presente, mas sem oferecer Wi-Fi e espelhamento sem fio dos smartphones.

Vale a pena comprar o Chevrolet Onix RS 2022?

Ao volante, o Onix RS não demonstra nenhuma diferença para os demais modelos. No entanto, o visual é o mais bonito da gama – na minha opinião.

Porém, confesso que fiquei um pouco surpreso com o preço do carro. Pelos R$ 83.450 cobrados, o consumidor leva um pacote de equipamentos relativamente inferior ao do modelo Premier.

Pior, alguns itens presentes no LTZ, que custa R$ 76.590, não estão presentes no RS. É o caso da chave presencial e da partida por botão. No modelo com visual esportivo, a chave é tipo canivete e a partida é no estilo tradicional.

Chevrolet Onix RS 2022
Cabine é escurecida e tem alguns detalhes em vermelho |Foto: Leo Alves/Garagem360

Outro equipamento presente na LTZ e ausente na RS é a câmera de ré. Por mais que um hatch seja fácil de manobrar, o item faz falta em um carro de mais de R$ 80 mil.

Por isso, por mais que o RS seja bonito e com um visual atraente, sua compra precisar ser bem analisada. Sem falar nos problemas que a Chevrolet tem enfrentado para fabricar o Onix, cuja produção só deve ser normalizada em meados de agosto.

Em resumo: sim, o carro é legal. Mas talvez seja mais negócio alguma outra versão do hatch.

Ficha técnica - Chevrolet Onix RS 2022
Motor1.0 turbo 12v
Potência/Torque116 cv (E/G) a 5.500 rpm - 16,8 kgfm (E)/ 16,3 kgfm (G) a 2 mil rpm
TransmissãoAutomática de seis marchas
SuspensãoMcPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira)
ConsumoUrbano: 8,3 km/l (E) e 11,9 km/l (G) - Rodoviário: 10,7 km/l (E) e 15,1 km/l (G)
Roda e PneusRodas de 16 polegadas com pneus 195/55 R16
FreiosDisco ventilado (dianteiro) e tambor (traseiro)
Peso1.085 kg
Dimensão4,16 m (c) x 1,73 m (l) x 1,47 m (a); entre-eixos de 2,55 m
CapacidadePorta-malas com 275 litros
PreçoR$ 83.450
Chevrolet Onix RS
Conjunto mecânico
Espaço interno
Tecnologia
Conectividade
Acabamento
Impressões ao volante
Vale a pena comprar?
Leo Alves
Leo AlvesJornalista formado na Universidade Metodista de São Paulo e participante do curso livre de Jornalismo Automotivo da Faculdade Cásper Líbero, sou apaixonado por carros desde que me conheço por gente. Já escrevi sobre tecnologia, turismo e futebol, mas o meu coração é impulsionado por motores e quatro rodas (embora goste muito de aviação também). Já estive na mesma sala que Lewis Hamilton, conversei com Rubens Barrichello e entrevistei Christian Fittipaldi.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar