Cabos de ignição: saiba quando fazer a manutenção correta

Notícias 16 de setembro de 2019 Da Redação 0

O sistema de ignição possui diversos componentes que trabalham para o correto funcionamento do motor e, entre eles, estão os cabos de ignição. A função do componente é conduzir a corrente elétrica da bobina até a vela de ignição, sem permitir fugas de corrente, para que seja convertida em uma centelha que dará início à reação de queima da mistura ar/combustível para a partida do carro.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

“O cabo de ignição, muitas vezes, é esquecido na hora da manutenção, justamente por ser considerado apenas uma ligação entre a bobina e a vela. Porém, é tão importante no funcionamento do sistema quanto a própria vela”, afirma Fabio Pignatari, gerente de Produto e Desenvolvimento da Lucas.

Divulgação
Fazer a manutenção dos cabos de ignição é fundamental para o bom desenvolvimento do veículo | Divulgação
Fazer a manutenção dos cabos de ignição é fundamental para o bom desenvolvimento do veículo

Troca e manutenção dos cabos de ignição

Existem diversos sinais que mostram que os cabos de ignição precisam ser trocados. Confira as dicas do Garagem 360 e da Lucas, empresa de manutenção automotiva, para ficar atento aos principais indicadores que demonstram a necessidade de substituição de cabos e velas do seu carro:

LEIA MAIS: Ar-condicionado automotivo: quando é preciso fazer manutenção?
Entenda a importância da manutenção preventiva de seu carro

• Dificuldade para dar a partida.
• Falhas do motor em marcha lenta.
• Perda de potência no motor em movimento.
• Aumento no consumo de combustível.
• Trancos no motor ao acelerar em ultrapassagens ou subidas.
• A quilometragem da última troca de cabos atinge 40 mil quilômetros.

Caso o carro esteja apresentando algumas dessas situações, o ideal é consultar um mecânico de confiança e fazer a troca, se necessário, para evitar gastos e problemas inesperados no futuro. Além disso, a qualidade da peça influencia no bom funcionamento do sistema.

Veja lista de recalls bizarros no Brasil e no mundo

Quando uma montadora percebe que colocou um carro defeituoso no mercado, sua obrigação é convocar um recall e reparar as irregularidades do veículo. Em alguns casos, as falhas podem causar problemas grotescos que comprometem a integridade de motoristas e passageiros, como combustão espontânea do automóvel. Um dos casos recentes mais marcantes é o dos airbags mortais produzidos pela empresa japonesa Takata. Os itens, que projetavam fragmentos contra os ocupantes durante colisões, foram usados em modelos de empresas como Honda, Chevrolet, BMW e Toyota. Na galeria, veja os recalls mais bizarros do Brasil e do mundo:

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *