Audi e-tron ou Mercedes-Benz EQC? Qual SUV elétrico é melhor?

Descubra quem é o melhor entre os dois únicos jipes alemães oferecidos com motor 100% elétrico: Audi e-tron ou Mercedes-Benz EQC? (Foto: Divulgação/Audi Brasil)

Na medida que os anos passam, os carros elétricos vão evoluindo e ganhando mais espaço no mercado. Hoje em dia, diversos modelos são oferecidos para os mais diferentes gostos. Tirando o fato da maioria custar preços exorbitantes, eles podem ser uma alternativa aos carros a combustão. E representando os utilitários esportivos, podemos encontrar o Audi e-tron e o Mercedes-Benz EQC. Qual deles é o melhor?

Esse é um mercado que não para de crescer em todo o mundo. Aqui no Brasil, por exemplo, podemos encontrar alguns SUVs entre os mais vendidos. A partir de agora, você conhecerá um pouco mais dos dois gigantes alemães

Audi e-tron ou Mercedes-Benz EQC? Qual SUV elétrico é melhor?

Pensando no conjunto mecânico, os dois veículos apresentam o que tem de melhor em suas marcas.

Foto: Divulgação/Mercedes Benz Brasil

Lançado em 2017, o EQC é fabricado sob a mesma plataforma do GLC e é o primeiro carro 100% elétrico da marca de Stuttgart. Ele é um carro de 1.624 mm de altura, 4.762 mm de comprimento, e 1.884 mm de largura. Para levar os cinco ocupantes, o EQC 400 possui um amplo espaço interno, além de 500 litros para guardar malas e compras.

Seus motores podem produzir uma potência combinada de  300 kW (ou 408 cv) e torque de 760 Nm. De acordo com a marca, ele pode acelerar de 0 a 100 em 5,1 segundos e atinge a velocidade máxima (limitada eletronicamente) de 180 km/h. A tração integral e o câmbio automático completam o conjunto mecânico.

Foto: Divulgação/Mercedes Benz Brasil
Foto: Divulgação/Audi Brasil

Por outro lado, o Audi e-tron foi concebido por meio da plataforma MEB, usada por todo o grupo Volkswagen. Apresentado aos brasileiros em 2020, ele ainda possui a configuração Sportback. O modelo convencional tem medidas um pouco maiores que o seu ríval: 4.901 de comprimento; 1.935 de largura e 1.629 de altura. Além disso, o bagageiro possui 100 litros a mais.

Os dois propulsores instalados também são capazes de produzir 3300 kW (ou 408 cv) e 664 Nm de torque. De acordo com a montadora alemã, o carro pode acelerar de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e atingir a velocidade máxima (eletronicamente limitada) de 200 km/h

Autonomia

Os carros elétricos são muito bons tanto para rodar na cidade  quanto para fazer viagens. Sem falar que o bolso agradece. Os dois veículos aqui trazem baterias feitas de íon de lítio com boa capacidade e formas praticas na hora de recarregar.

Foto: Divulgação/Audi Brasil
Foto: Divulgação/Mercedes Benz Brasil

Dentre os dois, o EQC é quem pode andar mais (autonomia de 445 km). Segundo a marca alemã, ele pode ser recarregado em até 7,5 horas usando um Wallbox. Mas o e-tron não faz feio. Ele pode rodar por 436 km e atingir 80% de carga em 30 minutos, se for recarregado em uma corrente elétrica de 150 kW.

Ambas as marcas indicam também o uso dos freios regenerativos. Nesse caso, escolhendo Audi e-tron ou Mercedes-Benz EQC, você terá uma enorme variedade de lugares para carregar.

Equipamentos de série

Foto: Divulgação/Mercedes Benz Brasil

Vendida em versão única, o Mercedes-Benz EQC 400 4Matic (R$ 629.900) tem um visual bastante moderno e porte imponente. A montadora aproveitou a ocasião para instalar em seu veículo diversos itens de tecnologia. Sua nova grade chama bastante a atenção. A central multimídia, por exemplo, traz o sistema MBUX.

Dentre eles, podemos destacar seis airbags, ar-condicionado, bancos dianteiro com ajuste elétrico, assistente ativo de estacionamento com PARKTRONIC, câmera de ré 360º, assistente ativo de estacionamento, assistente de frenagem ativo, sistema de som Burnmester, retrovisores rebatíveis eletricamente, faróis de LED com ILS, função de partida Keyless GO, Head-up Display, porta-malas com acionamento elétrico, porta-malas Hands-Free Access, sensor de chuva, teto solar, touchpad, paddle-shifts e volante multifuncional (revestido em couro).

Foto: Divulgação/Audi Brasil

Do mesmo modo, o Audi e-tron é um utilitário esportivo bastante forte. Seu visual é muito parecido com o Q7 e o Q8. Seu acabamento interno é de primeira linha. Uma comparação com um dos sedãs da marca não seria loucura.

Enquanto a versão “mais básica (a partir de R$ 529.990)  oferece ar condicionado de quatro zonas, banco de couro sintético, faróis full LED, luz de condução diurna. assistente de farol alto, spoiler traseiro, teto solar panorâmico, vidros isolantes térmicos, banco dianteiros com apoio lombar elétrico, apoio de braço, bancos dianteiros elétricos, volante de couro com regulagem elétrica, volante multifunção, sensores traseiros, laterais e dianteiros de estacionamento; câmera de ré;

Por fim, a configuração Perfomance Black (R$ 569.990), você encontrará ainda: dianteiros esportivos em Alcântara, acabamentos na cor cinza volcano, teto na cor preta, soleiras em alumínio e iluminadas, capa do retrovisor externo na cor preta, frisos decorativos em High Gloss Black, pinças de freio laranja e sistema de som Bang & Olufsen 3D, com 16 alto falantes

Conclusão

Assim sendo, os dois veículos oferecem um bom espaço interno, desempenho de esportivo e motores eletrificados. O Mercedes-Benz EQC é aquela escolha mais racional. Apesar de ser mais caro, o carro que possui uma autonomia maior e aceleração maior. Sem falar do DNA tecnológico da Mercedes-Benz. Porém, se você quer algo que possui um preço “mais em conta” e diversão ao volante, vá de Audi e-tron.

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
Veja mais ›
Fechar