61 anos da indústria automobilística brasileira: relembre a história dos carros pioneiros

Galeria 9 de novembro de 2017 Leo Alves 0

Em 19 de novembro de 1956, saia da fábrica da DKW-Vemag, em São Paulo, o primeiro veículo fabricado no Brasil saia da linha de produção da montadora. Chamada de Universal, a perua teve seu nome alterado para Vemaguet na década seguinte, mas é apontada como a pioneira da indústria automobilística brasileira.

Apesar existe da polêmica de que o Romi-Isetta foi fabricado antes, e portanto seria o verdadeiro merecedor do título, a DKW-Vemag foi quem acabou reconhecida pelo governo da época como a primeira fábrica de automóveis brasileira. Polêmicas à parte, toda essa história foi contada pelo Garagem360 em três especiais sobre as montadoras brasileiras.

Romi-Isetta

A primeira matéria do especial conversou com Eugênio Chitti, que é o filho de um dos fundadores da empresa. Relembre toda a história clicando abaixo.

LEIA MAIS: Especial fabricantes nacionais: o pioneiro Romi-Isetta

Fábrica Nacional de Motores

O segundo capitulo contou a trajetória da FNM – conhecida pela pronúncia “fênêmê”. Criada inicialmente para ser uma fabricante de motores para a aviação, acabou se tornando umas das primeiras produtoras de caminhões e, posteriormente, de carros. Toda a história pode ser relembrada no link abaixo.

LEIA MAIS: Especial fabricantes nacionais: FNM, a empresa que uniu o Brasil e a Itália

DKW-Vemag

Já a terceira parte contou a história da DKW-Vemag. Nossa equipe entrevistou o jornalista Flávio Gomes, que é um dos maiores colecionadores da marca. Além disso, é dele o veículo brasileiro mais antigo que se tem registro, uma perua Universal fabricada em 26 de novembro de 1956. A matéria na íntegra pode ser vista abaixo.

LEIA MAIS: Especial Fabricantes Nacionais: a história dos carros DKW-Vemag

Na galeria, veja as fotos dos veículos produzidos pelas três empresas, incluindo os pioneiros da Vemag e da Romi.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *