5 dicas que não vão te deixar errar a troca de óleo do seu carro

Como não errar a troca de óleo do seu carro? O óleo do carro é um elemento vital para o bom funcionamento do motor e seus componentes. É responsável por lubrificar peças móveis, reduzir o atrito, limpar impurezas e auxiliar na refrigeração. 

Negligenciar a troca de óleo, utilizar produtos inadequados ou de baixa qualidade pode trazer sérias consequências, comprometendo o desempenho do veículo e levando a problemas difíceis de resolver. 

Para ajudar nessa questão, os especialistas automotivos da Kavak nos ajudaram a criar este post com 5 dicas valiosas sobre a troca de óleo. Acompanhe!

Como não errar a troca de óleo do seu carro - Foto: Freepik
Como não errar a troca de óleo do seu carro – Foto: Freepik

 

O que trocar na troca de óleo?

Basicamente, o óleo vencido, o filtro de óleo e o filtro de ar. Se necessário, o filtro de combustível também precisa ser trocado. 

5 dicas para não errar a troca de óleo do seu carro

Sem muita conversa, vamos às dicas da Kavak:

1 – Intervalos Regulares de Troca

A troca de óleo deve ser feita conforme as recomendações do fabricante. Há modelos cujo prazo é de 6 meses ou 10 mil km rodados. Alguns podem ser menos do que isso, daí a necessidade de sempre verificar junto ao manual do veículo. 

Além disso, é importante fazer as revisões preventivas para ajudar a manter o motor limpo e assegurar que o óleo fará sua função da melhor maneira possível. 

2 – Escolha o óleo adequado

Nem inferior, nem superior, somente o óleo indicado. Tem gente que prefere o 5W30 por acreditar que seja o melhor do mercado, por ser um óleo sintético e geralmente mais caro, no entanto é necessário verificar (sempre) qual o indicado pelo fabricante. 

Outra coisa: jamais misture óleos de viscosidades diferentes. 

Entenda neste post a diferença de óleo de baixa e alta viscosidade.

3 – Preparação Adequada

Os especialistas da Kavak recomendam se certificar de que serão usadas todas as ferramentas necessárias antes de iniciar o procedimento: chave de filtro de óleo, um recipiente para coletar o material usado e um funil para adicionar o novo produto são suficientes, mas se o local oferecer mais recursos, melhor ainda. 

4 – Filtro do óleo 

Como mencionamos, além do óleo é necessário trocar também o filtro do óleo. Portanto, verifique também se estão removendo o filtro antigo e instalando um novo. Isso ajuda a garantir a eficiência do sistema de lubrificação e prolonga a vida útil do carro.

5 – Verifique os níveis

Sempre verifique os níveis de óleo no cotidiano, pois uma baixa pode indicar problemas ocultos. Além disso, após a troca, verifique se os níveis estão corretos. 

Segundo a Kavak, existe um intervalo mínimo e máximo, sempre indicados, e o óleo não deve estar nem abaixo nem acima desse intervalo. Isso pode prejudicar o desempenho do motor como um desgaste desnecessário do veículo.

 

Robson QuirinoSou Robson Quirino. Formado em Comunicação Social pelo IESB-Brasília, atuo como Redator/ Jornalista desde 2009 e para o segmento automotivo desde 2019. Gosto de viagens rápidas, mas sonho em viajar em um cosmic car para o espaço sideral.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar