Verstappen continua fazendo história e se torna piloto mais jovem da F1, alcançando 25 vitórias em GPs

Na última semana, finalmente Max Verstappen conseguiu uma boa atuação no circuito de rua de Baku — pela primeira vez em sua carreira conseguiu vencer o Grande Prêmio do Azerbaijão. Com o triunfo, o holandês alcançou sua 25ª vitória e estabeleceu mais um recorde em sua carreira: a de ser o piloto mais jovem da F1 a subir no posto mais alto do pódio 25 vezes. O piloto atingiu a marca com 24 anos e 255 dias e mais uma vez colocou o seu nome na história da modalidade mais nobre do automobilismo.

Ultrapassou Vettel

Anteriormente, a marca pertencia a Sebastian Vettel, que chegou ao seu 25º triunfo com 25 anos e 103 dias ao vencer o GP da Coreia do Sul em 2012, coincidentemente também defendendo a Red Bull. Sendo que naquele ano, o piloto conquistou seu tricampeonato mundial consecutivo com alguns toques de dramaticidade aqui no Brasil.

Outro piloto que já foi detentor deste recorde é ninguém menos que Michael Schumacher. O alemão venceu seu 25º GP com 28 anos e 177 dias, na França em 1977, enquanto corria pela Ferrari. A lista de pilotos mais jovens a atingirem essa meta ainda conta com outros dois campeões que ainda compõem o atual grid da F1. Sendo eles Fernando Alonso, que chegou ao seu 25º triunfo aos 29 anos e 59 dias, quando venceu o Grande Prêmio de Singapura em 2010, e Lewis Hamilton, com 29 anos e 103 dias, quando venceu o GP da China em 2014.

Em sua vitoriosa carreira, Verstappen acumula outros feitos semelhantes ao alcançado no último dia 12 de junho. Ainda em 2014, ele se tornou o piloto mais jovem a marcar presença em um final de semana da F1, com somente 17 anos e três dias. No entanto, já em 2015, Jaime Alguersuari, piloto mais jovem a disputar uma corrida na modalidade, bateu seu recorde. Já em 2016, Verstappen em sua primeira corrida pela Red Bull, venceu o GP da Espanha, desbancando Vettel, já que o holandês tinha apenas 18 anos e 228 dias.

Atualmente, o holandês lidera o Mundial de Pilotos da F1, tendo angariado 150 pontos, ficando 21 à frente de Sergio Pérez, segundo colocado, e seu companheiro de equipe. Além disso, com o ótimo desempenho de Verstappen nessa temporada, alguns fãs da modalidade já têm colocado o piloto como o favorito a vencer a competição e garantir o bicampeonato da F1. E a ótima fase tem influenciado até mesmo os palpiteiros, que aproveitam as facilidades presentes nas casas de apostas que aceitam picpay para palpitar na competição. Sendo que essas plataformas de palpites, além de aceitarem um método de pagamento simples e rápido, permitem que usuário realize suas apostas do conforto de casa em uma variedade de eventos esportivos, tendo acesso ainda a odds aumentadas e bônus de boas-vindas.

Polêmica sobre o porpoising

            No GP do Azerbaijão, o porpoising voltou a ser o centro das discussões na F1. Isso porque o circuito de Baku conta com uma longa reta, que foi um verdadeiro desafio para os pilotos e veículos, que acabaram sofrendo bastante com os inúmeros quiques quando os carros atingem altas velocidades.

Uma das imagens mais icônicas da corrida foi a do heptacampeão mundial, Lewis Hamilton, saindo do seu Mercedes reclamando de dores nas costas.  Segundo o piloto britânico, ele passou boa parte da prova com os dentes cerrados para suportar as dores causadas pelos pulos constantes do carro. Outros pilotos como Pierre Gasly e Carlos Sainz também reclamaram de dores, sendo que Gasly apontou que tem feito sessões de fisioterapia antes e depois das corridas para tentar tratar sua coluna, chegando a apontar que correr nessas condições não é saudável.

 

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar