Tesla Cybertruck é lançada em cenário cheio de polêmicas

Esperado com muita ansiedade, aparentemente o Tesla Cybertruck vem com autonomia abaixo do esperado. Em meio a atrasos e outras polêmicas, o lançamento deste carro, pelo visto, será muito conturbado. Será que ele conseguirá sair por cima da poeira?

Carro picape Tesla Cybertruck

 

O Cybertruck é projetado para encarar qualquer terreno (Imagem: Divulgação/Tesla)

Tesla Cybertruck tem autonomia menor e outras polêmicas

A tão aguardada picape Tesla Cybertruck finalmente chegou às mãos de dez sortudos compradores, mas não sem uma série de controvérsias ao longo do caminho.

Desde o evento de apresentação, a picape elétrica futurística enfrentou uma série de desafios. Em primeiro lugar, a promessa inicial de entrega, feita em 2019, enfrentou atrasos e até mesmo cancelamentos. Esse contratempo já deixou futuros proprietários impacientes.

Além disso, a autonomia da Cybertruck, especialmente na versão de entrada, não atendeu às expectativas do público. Sem contar um episódio vexatório durante uma gravação com Elon Musk, que também contribuiu para a onda de críticas, com vamos ver.

Vidro à prova de balas? Talvez nem tanto

  • Elon Musk fez afirmações audaciosas sobre a resistência da Cybertruck. O dono da Tesla garantiu que ela suportaria balas calibre .45 e possuía vidro “basicamente à prova de rochas”.

  • No entanto, um evento anterior lançou dúvidas sobre essas alegações. Durante uma tentativa de demonstração, um visitante desafiado conseguiu quebrar o vidro da picape, apesar das promessas de resistência. 

  • Essa situação constrangedora alimentou debates sobre as características proclamadas. No entanto, quem sabe, isto serviu para aprimorar a estrutura e construção do modelo.

Veja também:Tesla terá venda e produção na América do Sul; veja onde

Afinal, como está a autonomia do Cybertruck?

  • A autonomia da Tesla Cybertruck é um ponto crítico de avaliação. São três opções diferentes, que apresentam alta variação nas especificações.

Interior do carro Tesla Cybertruck

 

Vindo da Tesla, podemos esperar todo tipo de tecnologia integrada ao Cybertruck (Imagem: Divulgação/Tesla)
  • A versão de entrada, com tração traseira, oferece uma autonomia de 402 km ao custo de US$ 60.990 (cerca de R$ 301.550), atingindo 100 km/h em 6,5 segundos.

  • A opção de dois motores e tração nas quatro rodas, por sua vez, sai por US$ 79.990 (R$ 395.550). Ela estende a autonomia para 563 km, com uma potência de 600 cavalos (cv) e uma aceleração de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos.

  • Por fim, para quem exige mais do carro, a configuração topo de linha é a pedida. Conhecida como Cyberbeast, ela possui 857 cv por US$ 99.990 (R$ 494.450). Apesar do preço mais elevado, a autonomia de 515 km e a aceleração de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos podem justificar o investimento para quem busca desempenho máximo.

Mesmo o Tesla Cybertruck e sua autonomia deixando a desejar, este ainda é um veículo marcante. Afinal, além de vir de uma empresa de tecnologia, pode ser um ponto de partida para novas gerações de carros cada vez mais modernos!

Adson Leonardo
Adson LeonardoAdson Leonardo é redator desde 2018, escrevendo para blogs empresariais e temáticos, mídias sociais e perfis pessoais de executivos. Além disso, é escritor, poeta e apaixonado por ciência. Aliando suas habilidades narrativas com o olhar afiado para dados, seu foco é criar textos sólidos, que engajam, educam e guiam o leitor pelo tema abordado.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar