Preço da gasolina: combustível tem alta de 12% em outubro, aponta IPTL

Preço da gasolina: combustível tem alta de 12% em outubro, aponta IPTL
Foto: Pexles

A cada dia que passa, o preço da gasolina fica mais alta. E isso acaba prejudicando as finanças dos motoristas. De acordo com o último levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), realizado nas primeiras semanas deste mês de outubro, este combustível derivado do petróleo teve uma alta de 12%. Esta é a sexta alta seguida. Quem também apresentou uma alta neste período foi o etanol.

Foto: Pixabay.com

De acordo com a Ticket Log, a gasolina terminou com uma alta de 12% nos primeiros dias de outubro; veja!

A empresa usa como base os preços praticados pelos postos que são credenciados pela empresa. E podemos ver que a situação é bastante preocupante. De acordo com o índice, o litro da gasolina está custando em média R$ 6,363. Só para você, amigo leitor, ter uma ideia, a última vez que o combustível terminou em baixa foi em abril. Naquele mês, o preço médio era de R$ 5,699.

Preço da gasolina
Foto: Pixabay.com

Enquanto isso, o etanol segue no mesmo caminho. Segundo a Ticket Log, o valor médio deste combustível foi de R$ 5,440. Ou seja, uma variação de +19% com relação ao mês de abril, que também foi o último mês de média baixa. Isso significa que o ano de 2021 está sendo bastante difícil para motoristas de todo o País.

“O preço dos combustíveis está pesando cada vez mais no bolso dos motoristas. Com o mês em alta para todos os combustíveis, o comportamento deve permanecer no fechamento do período, a considerar novos reflexos do mais recente anúncio de aumento no repasse às refinarias”, explica Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, em comunicado.

Os preços cobrados nas cinco regiões do Brasil também foram avaliados. A que apresentou o valor médio mais caro foi o Centro Oeste. Os moradores pagaram R$ 6,521 em média pela gasolina. Isto representou um aumento de 2,32% com relação ao preço médio da gasolina durante a primeira quinzena de setembro. Enquanto isso, no Sul, o litro do combustível está custando em média R$ 6,175. Isso significa que este é o menor valor em comparação às outras.

No entanto, esta região, formada por três estados, possui o maior preço médio do etanol (R$ 5,619). Já o Centro-Oeste aparece aqui por ter o menor preço deste combustível (R$ 5,112).

Preço por estado

Foto: Sergio Souza/Pexels.com

A empresa também divulgou o recorte por estados. E o local que registrou os preços mais altos foi no Piauí. O preço médio cobrado pelo litro da gasolina neste local foi de R$ 6,824. Ou seja, acima da média nacional. Já o maior aumento foi mostrado no Distrito Federal. No estado onde fica localizada a capital do País, o preço da gasolina passou por um aumento de 3,60% em relação ao mês passado.

A empresa informa que nenhum estado apresentou uma baixa nos preços. Agora, falando do etanol, o estado com o combustível mais caro foi o Rio Grande do Sul (R$ 6,246). Conforme foi dito acima, a região Sul fechou estes primeiros dias de outubro com o maior preço médio do etanol.

Já o estado de São Paulo segue o caminho contrário. Os postos paulistas registraram os menores preços do etanol (R$ 4,636). Por fim, o Santa Catarina e Alagoas representaram, respectivamente, o maior e o menor aumento.

 

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Pedro Giordan
Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde 2021, onde acumula desde então experiência e pesquisas sobre o setor automotivo. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar