Opinião: Hamilton fecha GP de Abu Dhabi marcado por despedidas com chave de ouro

Notícias 26 de novembro de 2018 Leo Alves 0

Lewis Hamilton foi o grande vencedor do GP de Abu Dhabi deste final de semana. Após ter feito a pole position no sábado, o britânico confirmou o favoritismo e chegou à 11ª vitória em 2018, sendo a oitava nas últimas 11 corridas. Vice-campeão, Sebastian Vettel levou a Ferrari ao segundo lugar e Max Verstappen, da Red Bull, completou o pódio.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Famosa por ser um prova com uma paisagem bonita, mas em um traçado que não permite grandes emoções, a corrida deste ano até teve certa dose de disputa. Logo na primeira volta, um acidente entre a Hass de Romain Grosjean e a Renault de Nico Hulkenberg fez com que o carro amarelo decolasse e capotasse. Embora tenha sido uma cena assustadora, Hulk saiu andando do carro e sem maiores problemas.

Despedidas GP de Abu Dhabi

O último GP de 2018 também marcou uma série de despedidas. Como a próxima temporada terá uma das maiores renovações de grid dos últimos anos, diversos pilotos deram adeus à categoria ou aos seus atuais times. A mais marcante, sem dúvida, foi a de Fernando Alonso. O bicampeão do mundo fez sua última corrida pela Fórmula 1 na decadente McLaren. Seu companheiro de equipe, o belga Stoffel Vandoorne, também se despediu, já que não terá o contrato renovado para 2019. Ao menos fez uma bela ultrapassagem na prova, sobre a Force India de Ocon e a Hass de Grosjean, passando os dois de uma vez.

Foto: Divulgação/Fotos Públicas/LAT Images/ Pirelli
Coadjuvante na corrida, Alonso se despediu da categoria fazendo zerinhos com sua McLaren; Hamilton e Vettel acompanharam o bicampeão |Foto: Divulgação/Fotos Públicas/LAT Images/ Pirelli
Coadjuvante na corrida, Alonso se despediu da categoria fazendo zerinhos com sua McLaren; Hamilton e Vettel acompanharam o bicampeão

Ocon, aliás, também está deixando o grid. Sem lugar na Force India, o francês vai voltar a ser piloto reserva da Mercedes e espera ter um cockpit para 2020. Ao pensar que Bottas ficou apenas em quinto nesta temporada, não é de se duvidar que ele possa até ser uma alternativa para o segundo carro prateado em breve. Brendon Hartley, da Toro Rosso, Sergey Sirotkin, da Williams e Marcus Ericsson, da Alfa Romeo Sauber, também deixam a F1 sem grandes momentos.

Dança das cadeiras

A corrida derradeira desta temporada foi a última de Daniel Ricciardo pela Red Bull. De malas prontas para a Renault, o australiano até liderou algumas voltas, mas ficou em quarto. Pierre Gasly assume o seu lugar no próximo ano e também se despediu da Toro Rosso. Carlos Sainz, sexto colocado, fez seu último GP pela Renault, mudando-se para a McLaren em 2019. Charles Leclerc, uma das maiores promessas atuais, ficou em sétimo em sua despedida da Alfa Romeo Sauber, já que será piloto da Ferrari no próximo ano.

LEIA MAIS: ABBA, funerária e chinelo: relembre patrocínios bizarros da Fórmula 1

Calibrar os pneus ajuda a economizar combustível; veja qual é a medida ideal para o seu carro

Em seu lugar, Kimi Räikkönnen fará o caminho contrário. O dono do número sete teve problemas e abandonou sua última corrida pela equipe vermelha na sétima volta. Lance Stroll fecha a dança das cadeiras, já que troca a Williams pela Force India, após seu pai comprar o time indiano.

Até 2019

O final de temporada corou a grande fase de Lewis Hamilton. Como não haverá grandes mudanças de regulamento nos próximos anos, a tendência é que a Mercedes e o britânico sigam fortes. Por isso, o atual campeão do mundo já pode ser apontado como o grande favorito para 2019.

Abaixo, veja como ficou a classificação oficial do GP de Abu Dhabi 2018.

Foto: Reprodução/F1.com
Classificação GP de Abu Dhabi 2018 |Foto: Reprodução/F1.com
Classificação GP de Abu Dhabi 2018

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *