Tags

Notícias

Opinião GP da Malásia: Verstappen afasta maré de azar e vence prova marcada pela recuperação de Vettel

Créditos: Foto: LAT Images/Fotos Públicas

Em uma prova movimentada, Max Verstappen espantou os azares dos abandonos recentes e venceu de forma soberana o GP da Malásia. Um dia após completar 20 anos, o holandês da Red Bull ultrapassou o pole position Lewis Hamilton na volta 4, assumiu a ponta e não perdeu mais o posto. O inglês, por sua vez, se manteve em segundo até o final e fechou o pódio junto com Daniel Ricciardo, que foi o terceiro.

LEIA MAIS: Vídeo: Porsche 911 GT2 RS quebra recorde da marca em Nürburgring Nordschleife

Boletim técnico: aprenda a escolher uma boa oficina mecânica

Desde o sábado, uma maré inacreditável de falhas assombrou a Ferrari. Vice-líder do campeonato, Sebastian Vettel não conseguiu se classificar e saiu em último após seu carro apresentar um problema no turbo. No dia da corrida foi a vez de seu companheiro herdar o azar. Kimi Raikkonen, que era o segundo no grid, não conseguiu largar por conta do mesmo defeito e teve seu carro empurrado de volta aos boxes.

Com o abando do finlandês, os dois pilotos da Red Bull foram os principais beneficiados. Porém, Valtteri Bottas largou bem com sua Mercedes e chegou a disputar a segunda colocação na largada. Não conseguiu e caiu de rendimento ao longo da prova, terminando em quinto.

Vettel inspirado

Todo o azar de Vettel no sábado fez com que o alemão tivesse um de seus maiores desempenhos da história. Largando em último, na volta 3 ele já estava em 11º. Embora tenha perdido um pouco de tempo atrás da McLaren de Fernando Alonso, o tetracampeão seguiu ganhando posições e na volta 21 já era o quinto, atrás de Bottas.

Seu ritmo era bom, mas a Ferrari decidiu arriscar uma estratégia diferente, chamando o carro nº 5 para o pitstop na volta 28. A Mercedes chamou Valtteri na volta seguinte, mas Vettel já havia ganhado o quarto lugar. Ele até se aproximou de Ricciardo para disputar um lugar no pódio, mas o australiano estava com pneus mais conservados e o alemão teve de se contentar com o quarto posto.

Hamilton com a mão na taça

Em momento algum Lewis Hamilton ameaçou brigar pela liderança. Isso significa que o inglês vai adotar a mesma estratégia de Nico Rosberg no ano passado, a de jogar com o regulamento embaixo do braço. O inglês saiu da Malásia com 34 pontos de vantagem para Vettel (281 a 247 pontos) e se terminar todas as cinco provas na frente do alemão, é campeão antes da última etapa.

O cenário é completamente favorável ao piloto da Mercedes, mas o tetracampeão ferrarista já virou o jogo em dois de seus títulos – em 2010 e em 2012, ambos contra Alonso. O próximo capitulo da disputa será neste domingo, no GP do Japão, e pode representar o início de uma recuperação fantástica, ou praticamente encerrar o campeonato.

Foto: Reprodução/F1.com
Resultados GP da Malásia 2017
Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.