Opinião: Bottas larga bem, vence GP do Japão e ajuda Mercedes a faturar o hexa

Notícias 14 de outubro de 2019 Leo Alves 0

O suposto favoritismo da Ferrari no GP do Japão durou poucos metros. Após garantir a primeira fila na classificação, o time italiano viu seus dois pilotos largarem mal e perderem a ponta antes da primeira curva. Pole, Sebastian Vettel queimou a largada e depois demorou para partir. Já Charles Leclerc se enroscou com a Red Bull de Max Verstappen e caiu para o final do grid, além de ser punido. Valtteri Bottas, que não tem nada a ver com essa trapalhada toda, largou bem, pulou para a ponta e se manteve até o final da corrida.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link

Com a vitória de Bottas e o terceiro lugar de Lewis Hamilton, a Mercedes garantiu o sexto título consecutivo de construtores. O próprio Hamilton também está próximo de ser hexa, já que saiu do Japão com 64 pontos de vantagem para seu companheiro de equipe. Com isso, o britânico precisa de mais 41 pontos, dos 104 ainda em disputa, para fechar a conta e passar a régua. Uma vitória e um terceiro lugar nas duas próximas corridas, resultados totalmente possíveis para Lewis, são suficientes para o inglês garantir a sexta taça. É questão de tempo.

GP do Japão: corrida das trapalhadas

Após a classificação ser adiada por conta de um dos maiores tufões da história do Japão, a corrida aconteceu sem nenhuma intervenção climática. Mesmo assim, alguns fatos inusitados marcaram a corrida. A já comentada largada da Ferrari foi uma delas. Leclerc, o maior prejudicado, ainda correu por três voltas com a asa dianteira danificada. Por conta da colisão com Verstappen, que acabou abandonando a corrida, Charles também perdeu o retrovisor esquerdo. Hamilton foi outro afetado pelos destroços do monegasco da Ferrari, já que o seu espelho direito foi arrancado por um pedaço da asa do carro italiano.

Outro ponto que merce ser mencionado, mas que não foi bem uma trapalhada, foi a estratégia da Mercedes. Bottas, líder desde o começo, foi chamado para fazer o pit stop na volta 16, tudo para evitar que Vettel, que parou no giro anterior, passasse o finlandês. Com isso, os dois fariam uma segunda parada. Hamilton entrou nos pits apenas na 21ª volta e parecia caminhar para apenas uma parada.

LEIA MAIS: Conheça os carros 1.0 mais potentes do Brasil

Niva, Fusca e Jimny: confira carros pequenos e valentes

Conforme previsto, Vettel e Bottas voltaram para os boxes nas voltas 31 e 36, respectivamente, voltando atrás de Hamilton. E tudo indicava que o britânico iria conseguiu mais uma vitória, já que dizia que os pneus estavam bons, além de ter um desempenho aceitável. Mas na volta 42 ele foi chamado novamente para fazer o segundo pit stop, dando a vitória para a Bottas. Lewis ainda perdeu o segundo lugar e precisou se contentar com o terceiro posto.

Perez bate, mas pontua

Para encerrar as presepadas, Sergio Perez bateu sua Racing Point na última volta, após disputar a oitava posição com a Toro Rosso de Pierre Gasly. Porém, mesmo fora da corrida, o mexicano conseguiu garantir os dois pontos do nono lugar. Isso aconteceu pois houve um problema com o painel eletrônico das posições na última volta da corrida. Nesse caso, o regulamento prevê que o resultado final seja o da volta anterior. Perez ainda estava na prova na 52ª volta e, por isso, acabou ficando o nono lugar, mesmo não tendo terminado o GP.

A seguir, confira como ficou a classificação final do GP do Japão.

POS NO DRIVER CAR LAPS TIME/RETIRED PTS
1 77 Valtteri Bottas MERCEDES 52 1:21:46.755 25
2 5 Sebastian Vettel FERRARI 52 +13.343s 18
3 44 Lewis Hamilton MERCEDES 52 +13.858s 16
4 23 Alexander Albon RED BULL RACING HONDA 52 +59.537s 12
5 55 Carlos Sainz MCLAREN RENAULT 52 +69.101s 10
6 3 Daniel Ricciardo RENAULT 51 +1 lap 8
7 16 Charles Leclerc FERRARI 51 +1 lap 6
8 10 Pierre Gasly SCUDERIA TORO ROSSO HONDA 51 +1 lap 4
9 11 Sergio Perez RACING POINT BWT MERCEDES 51 +1 lap 2
10 27 Nico Hulkenberg RENAULT 51 +1 lap 1
11 18 Lance Stroll RACING POINT BWT MERCEDES 51 +1 lap 0
12 26 Daniil Kvyat SCUDERIA TORO ROSSO HONDA 51 +1 lap 0
13 4 Lando Norris MCLAREN RENAULT 51 +1 lap 0
14 7 Kimi Räikkönen ALFA ROMEO RACING FERRARI 51 +1 lap 0
15 8 Romain Grosjean HAAS FERRARI 51 +1 lap 0
16 99 Antonio Giovinazzi ALFA ROMEO RACING FERRARI 51 +1 lap 0
17 20 Kevin Magnussen HAAS FERRARI 51 +1 lap 0
18 63 George Russell WILLIAMS MERCEDES 50 +2 laps 0
19 88 Robert Kubica WILLIAMS MERCEDES 50 +2 laps 0
NC 33 Max Verstappen RED BULL RACING HONDA 14 DNF 0

OBS: Lewis Hamilton fez a volta mais rápida e garantiu o ponto extra. Charles Leclerc terminou em sexto, mas foi punido em 15 segundos e perdeu uma posição.

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *