Tecnologia no setor automotivo: gigantes podem dominar mercado? Veja!

Tecnologia no setor automotivo: gigantes podem dominar mercado? Veja!
Tecnologia no setor automotivo / Ilustrativa (Foto: Mixauto_
publicidade

Os carros sempre acompanharam a evolução da tecnologia. Eles ganharam novos componentes de conforto, de segurança e de conectividade. E nos últimos anos, este crescimento da tecnologia no setor automotivo vem chamando a atenção de muitas empresas do ramo de tecnologias para smartphones, que criam parcerias com as montadoras para oferecer serviços. Mas será que esta é uma boa ideia? Alguns especialistas discordam. Saiba mais a seguir!

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Tecnologia no setor automotivo
Foto: Divulgação/Ford
publicidade

Tecnologia no setor automotivo: gigantes podem dominar mercado? Veja!

Esta é uma discussão que vem se tornando frequente. E alguns acontecimentos ajudaram a fortalecer o assunto. No começo deste ano, a Ford anunciou uma parceria inédita com o Google. Com o objetivo de “reinventar a experiência de veículos conectados”, esta parceria pretende adicionar alguns serviços famosos aos modelos da fabricante norte-americana (e sua marca de luxo Lincoln).

Isso aconteceria em 2023. No caso, os carros passariam a contar com Google Cloud e o popular sistema Android. Além disso, serão adicionados alguns aplicativos presentes em smartphones, como o Google Maps, o Google Assistant e o Google Play. Sem falar que a parceria, que tem prazo de seis anos, ajudaria na transformação digital dentro da própria fabricante (com ajuda do Google Cloud).

Isso pode até ser uma boa ideia. Hoje, o mundo está cada vez mais conectado e várias montadoras passaram a oferecer produtos deste tipo. Porém nem todos pensam assim. Especialistas veem isso como algo perigoso. De acordo com uma matéria do portal Politico, muitas pessoas temem que estas empresas de tecnologia comecem a fazer algo parecido que foi feito com os smartphones.

Tecnologia no setor automotivo
Foto: Divulgação/Volvo
publicidade

Ou seja, “vincular seus smartphones operacionais exclusivos a produtos específicos para expulsar concorrentes e dominar uma grande parte da economia global”. E são três empresas que estão nesta briga por um espaço nos sistemas multimídias dos carros: Google, Apple e Amazon. Aliás, já é possível encontrar sistemas de conectivade delas presentes em veículos fabricados aqui no Brasil.

A publicação diz que ambas veem nos automóveis um chance de alcançar residentes nos Estados Unidos. Ainda mais porque os norte-americanos passam muito tempo em seus veículos. Sem falar que as montadoras estão esperançosas pela ajuda que as empresas do Vale do Silício (localizado na Califórnia) podem dar para elas conseguam incorporar tecnologias em seus veículos. Sem falar dos modelos de negócios.

publicidade

Uma grande chance

E esse domínio por parte destas três empresas está preocupando todo mundo. No entanto, de acordo com a Politico, legisladores e reguladores pensam que esta batalha pelos serviços de conectividade em automóveis pode ser uma chance parar estes monopólios. Vários procuradores e tribunais já demonstraram preocupação com o assunto. Na Europa, por exemplo, uma investigação já foi feita contra o Google.

“É realmente difícil remediar a conduta anticompetitiva cinco ou dez anos depois”, disse Charlotte Slaiman, diretora de política de concorrência da Public Knowledge, em entrevista ao portal Politico “Para muitos consumidores, comprar um carro é uma decisão de longo prazo. Se um consumidor vai ficar preso aos serviços de uma determinada empresa porque comprou um carro que vai usar por cinco a 10 anos, isso pode tornar a competição mais difícil ”, completou.

O agora e o Futuro da tecnologia no setor automotivo

Foto: Divulgação/VW
publicidade

Aproveite e veja10 SUVs que serão lançados em 2022 no Brasil

Muitas marcas buscam apostar no futuro do automovel e da tecnologia no setor automotivo. Conforme você acompanhou aqui no Garagem360, muitas marcas, como Hyundai e Audi, apostam que o futuro dos automóveis está na experiência durante o caminho. Ou seja, os carros do futuro terão ambientes que lembram um quarto ou uma sala de estar.

“O passeio não é mais o ponto”, disse Jim Heffner, vice-presidente da Cox Automotive Mobility, especializado em veículos autônomos e conectados, também ao Politico. “Os dados são a pedra angular. … Apple, Google e outros querem estar no epicentro disso. ”, concluiu.

E talvez o futuro já tenha chegado. Hoje, os serviços multimídia estão cada vez mais presentes nos carros. Até modelos mais baratos possuem conectividade com smartphones. E usam serviços destas empresas. A Volvo, por exemplo, instalou aplicativos do Google no XC40 Pure Electric. Outras marcas oferecem conexão com dispositivos e aplicativos de todas as empresas (Android, iOS e Amazon Alexa, por exemplo).

publicidade
Tecnologia no setor automotivo
Foto: Divulgação / Fiat

E cada empresa possui o seu projeto individual. O Google possui várias subsidiárias que trabalham em tecnologias para carros. A Connected Vehicles System Alliance, por exemplo, trabalha para criar benchmarks internacionais para integrar softwares de carros com Android. Já a Waymo oferece serviços de táxi autônomo na cidade de Chandler. Existe planos dela se expandir para San Francisco.

Sem falar de suas parcerias com grandes montadoras. Já a Apple possui o Apple CarPlay, que oferece conectividade para donos do Iphone (e outros aparelhos com tecnologia Siri). Sem falar que sempre vemos notícias sobre o interesse da empresa em ter o seu próprio carro autônomo. O “Projeto Titan” está nos planos da marcas desde 2014 e ainda não tem planos para se tornar realidade.

publicidade
Tecnologia no setor automotivo
Foto: Divulgação/BMW

Mais recentemente foi a vez da Amazon entrar na briga. Carros da BMW e até o Fiat Pulse passaram a contar com a assistente pessoal Alexa. Uma das vantagens é que estes carros podem travar e abrir portas, ligar o carro e outras ações por meio dos gadgets da Amazon.

Preocupação

Claro, existem várias preocupações com esta evolução da tecnologia no setor automotivo. Um exemplo disso é como as empresas usam os dados pessoais. Já vimos que algumas companhias já foram investigadas por conta disso. E como não existe uma legislação específica para o mercado automotivo, não há como saber o que pode ser feito para que empresas não consigam atingir seus objetivos. Bom, a única coisa que podemos fazer é esperar esta evolução tecnológicas.

publicidade

Com informações de Politico

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Pedro Giordan
Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde 2021, onde acumula desde então experiência e pesquisas sobre o setor automotivo. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar