Novo iCar é páreo para enfrentar o Renault Kwid E-Tech? Descubra

iCar consegue brigar com o Kwid E-Tech?
iCar consegue brigar com o Kwid E-Tech? (Foto: Divulgação)

A Caoa Chery acaba de apresentar o iCar para o mercado nacional. O veículo que chega no fim do mês, e agora é o carro elétrico mais barato do país. No entanto, somente o preço mais acessível é o suficiente para enfrentar o Renault Kwid E-Tech? Veja o comparativo.

iCar consegue brigar com o Kwid E-Tech?
iCar consegue brigar com o Kwid E-Tech? (Foto: Divulgação)

Caoa Chery iCar e Renault Kwid E-Tech: os carros elétricos mais baratos do país

Na semana passada a Caoa Chery apresentou sua ofensiva de eletrificados para o mercado nacional. Entre os modelos, está o iCar, compacto 100% elétrico que a partir do lançamento, assumo e posto de veículo 0 emissão de carbono mais acessível do Brasil.

Com isso, o Renault Kwid E-Tech, até então detentor do posto, perde posição. Porém, não é apenas o preço que deve ser levado em consideração na hora de avaliar os atributos de um veículo.

Dito isso, o Garagem360 reúne as principais características dos modelos para te ajudar a decidir quais dos dois carros elétricos mais baratos do Brasil levar para casa. Para isso, foram avaliados os seguintes tópicos: preço, autonomia, desempenho, tamanho e equipamentos disponíveis, veja.

Diferença entre os veículos é de R$ 7 mil, com vantagem para o Caoa Chery iCar

A margem de diferença de preço entre os modelos é de R$ 7 mil, tendo em vista que o iCar da Caoa Chery chega ao mercado nacional com o preço público de R$ 139.990 e o Renault Kwid E-Tech acabou de ficar mais caro e agora é vendido por R$ 146.990.

Autonomia do Renault Kwid E-Tech é um pouco maior

Por se tratar de veículos elétricos um dos pontos crucial no momento da avaliação é o nível de autonomia de cada modelo, tento em vista a baixa infraestrutura de postos de recarga no país.

Nesse sentido, de acordo com a Caoa Chery, o iCar tem um alcance de 282 km,  sendo que a bateria pode ser carregada completamente em apenas 36 minutos em estações de carga rápida (eletropostos), em pelo menos cinco horas em sistema de carregamento portátil e em onze horas com cabo emergencial em tomada de três pinos.

Já o Kwid E-Tech da montadora francesa tem uma autonomia um pouco maior quando considerado o ciclo urbano: 298 km, segundo a norma SAE J1634, utilizada pelo Inmetro, em um circuito misto, o alcance cai para 265 km.

Nesse caso a recarga pode ser feita em tomada comum, em Wallbox de corrente alternada (AC) de 7 kW e em carregadores de corrente contínua (DC).

Por exemplo, para carregar dos 15% até 80% da carga da bateria em DC são necessários 40 minutos, em um Wallbox de 7kW são 2h54 e em uma tomada doméstica de 220 volts são 8h57.

iCar consegue brigar com o Kwid E-Tech?
Kwid E-Tech tem maior nível de alcance (Foto: Divulgação)

Desempenho: elétrico da Renault é 4 cv mais potente e o iCar ganha no torque

No que diz respeito ao desempenho, o iCar tem bateria com capacidade total de 30,8 kWh, o modelo possui motor com potência máxima de 45 kW (61 cv) e torque máximo de 15,3 kgf.m. Com esse dados, o modelo atinge os 100 km/h em 12,86 segundos.

Já o Renault Kwid E-Tech tem um conjunto de baterias de 26,8 kWh. O modelo tem potência de 65 cv e torque de 11,5 kgf,m. o modelo faz o de 0 a 100 km/h em 14,6 segundos, dando vantagem ao iCar.

Tamanho: iCar é um subcompacto de 4 lugares e duas portas

Caso a sua procura envolva maior espaço interno, o modelo da Caoa Chery pode ser um problema, tendo em vista a pré-disposição para apenas 4 passageiros.

O modelo tem apenas 3,200 mm de comprimento, 1.670 mm de largura e 1.590 mm de altura. O entre-eixos é de 2.150 mm. Já o porta-malas tem uma capacidade de 100 litros.

Já o Kwid elétrico tem 3.734 mm de comprimento, 1.770 mm de largura, 1.500 mm de altura e 2.423 mm de entre-eixos. Nesse caso, o bagageiro comporta até 290 litros.

iCar consegue brigar com o Kwid E-Tech?
Kwid tem maior entre-eixos (Foto: Divulgação)

Lista de equipamentos também deve ser considerada

O iCar conta com um painel de Instrumentos em LCD, digital e colorido e multimídia de 10,25” com tela sensível ao toque. Os bancos dianteiros possuem regulagem elétrica, o volante multifuncional vem com regulagem de altura, além de duas entradas USB e carregamento de celular wireless.

O modelo também monitor de pressão e temperatura dos pneus, câmera traseira e sensor de estacionamento, freios a disco e suspensão independente nas 4 rodas, air bag duplo frontal, além do controle de estabilidade e freio eletrônico AutoHold.

Já os itens de série que compõem o Renault Kwid E-Tech são a direção 100% elétrica com assistência variável, ar-condicionado, travamento centralizado das portas por botão, vidros elétricos dianteiros e traseiros, ajuste de altura dos faróis, limitador de velocidade, e regulagem elétrica dos retrovisores.

O carro possui o sistema multimídia Media Evolution que oferece uma tela touchscreen de 7”, espelhamento de smartphone compatível com Apple CarPlay e Android Auto, Bluetooth, entradas USB e AUX.

O volante traz o botão “push to talk”, que aciona o comando para reconhecimento de voz, permitindo ativar e comandar o assistente iOS ou Google do smartphone.

iCar consegue brigar com o Kwid E-Tech?
Interior do Caoa Chery iCar (Foto: Divulgação)

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Nicole Santana
Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe. Atualmente dedica-se à redação do portal Garagem 360, produzindo notícias, testes e conteúdo multimídia sobre o universo automobilístico.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar