Multas de trânsito mais caras do Brasil: tem infração acima de R$ 17.000

Multas de trânsito mais caras do Brasil
Iwona Castiello d' Antonio/Unsplash.com

Ao dirigir corretamente, o motorista estará tornando o trânsito um lugar mais tranquilo. Sem falar que estará evitando acidentes mais graves. O motorista que desobedece as normas de trânsito estará sujeito a levar multas. E algumas delas podem ultrapassar a marca de R$ 17 mil. Veja agora as multas de trânsito mais caras do Brasil.

Multas de trânsito mais caras do Brasil
Você sabe quais são as multas mais caras do Brasil? Não? Descubra aqui! (Foto: Marco Biondi/Unsplash.com)

Veja quais são as Multas de trânsito mais caras do Brasil

Todas as leis são disciplinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O mesmo acontece com as infrações. Neste caso, cada uma delas possuem um nível, o número de pontos perdidos na carteira e o valor que deve ser pago. Quando um motorista leva uma multa leve, por exemplo, ele tem que pagar R$ 88,38 e levará três pontos na carteira.

Agora, em casos de multas médias, o condutor irá levar 4 pontos na carteira. Além de ter que desembolsar R$ 130,16. Agora, se o motorista levar uma multa grave, ele terá que pagar R$ 195,23 e levará 5 pontos na carteira. Por fim, em casos de infrações gravíssimas, o motorista levará 7 pontos na carteira e pagar R$ 293,47.

VEJA TAMBÉM

É bom saber que nestes casos, o motorista pode ter a CNH suspensa. Além disso, existe o “fator multiplicador”. Ou seja, estas multas podem ter valores maiores dependendo do tamanho do risco que o condutor colocou nas outras pessoas. E é aqui onde estão as multas de trânsito mais caras do País.

1º – Multa de R$ 17.608,20 (e suspensão da CNH)

Começamos falando da  multa mais cara do Brasil. A pessoa que organizar interrupção da circulação da via sem autorização terá que pagar impressionantes R$ 17.608,20 de multa. Sem falar que ele terá sua CNH suspensa por 12 meses.

Esta lei está prevista no Artigo 253 – A, § 1º . Neste caso, é bom explicar que se trata de uma infração gravíssima multiplicada em 60 vezes.

2º – Multa de R$ 4.869 (e suspensão da CNH)

Multas de trânsito mais caras do Brasil
Foto: Pixabay.com

Vimos acima que o valor usado para quem organizar uma interrupção é bem salgado. E quem usar o veículo para o mesmo fim e não pedir uma autorização? Bem, neste caso, a pessoa também estará cometendo uma infração gravíssima.

Só que neste caso a pessoa terá que pagar o valor da multa será multiplicado por 20. Ou seja, a multa será de R$ 4.869. Pensando em medidas administrativas, a CNH será suspensa.

3º – Multa de R$ 2.934,70 (e suspensão da CNH)

Multas de trânsito mais caras do Brasil
Foto: Sara Kurfess/Unsplash.com

Agora falaremos de dois problemas gravíssimos. Dirigir sob a influência de álcool pode ser bastante perigoso. Isso porque o motorista pode causar acidente gravíssimos. E o motorista que for pego nesta situação terá que pagar uma multa de R$ 2.934,70 e terá sua CNH suspensa.

Este é o mesmo valor para quem recursar fazer o teste do bafômetro. Aqui vale ressaltar que o condutor recusar o teste e apresentar alguns sinais que a capacidade psicomotora está alterada, ele poderá ser levado para a delegacia e ser autuado.

Veja mais detalhes nesta matéria do Garagem360. O mesmo valor citado acima também é válido para quem disputa corrida (artigo nº 173), faz a promoção de racha (artigo nº 174), usa o veículo para fazer manobras perigosas (artigo nº 175) e tentar passar entre veículos (artigo nº 191). 

4º – Multa de R$ 1.497,35 (e suspensão da CNH)

Multas de trânsito mais caras do Brasil
Foto: Pixabay.com

Algumas ações envolvendo motoristas envolvidos em acidentes também entram na lista das multas de trânsito mais caras do Brasil. Quando um acidente acontece, o condutor não pode deixar o local sem prestar socorro. Caso contrário, ele levará uma multa de R$ 1.497,35. Ou seja, o valor de uma infração gravíssima multiplicado por cinco.

Sem falar que poderá ficar sem dirigir. Lembrando que o mesmo acontecerá com quem não adotar medidas de segurança, não preservar o local para facilitar o trabalho da perícia, não remover o veículo do local e não prestar informações necessárias.

Vale ressaltar que motoristas que possuem a CNH nas categorias C, D e E e não realizarem o exame toxicológico irão também pagar R$ 1.497,35. Além disso, a CNH será suspensa por três meses.

5º – Multa de R$ 1.467,35 (7 pontos na CNH)

Por fim, falaremos das multas “mais baratas” desta lista. A maioria delas envolvem motoristas que cometem infrações na hora de ultrapassar outro veículo. Caso você tente fazer a manobra pelo acostamento ou em interseções e passagens de nível (Artigo 202), a multa gravíssima multiplicará em cinco vezes.

Ou seja, o condutor irá pagar R$ 1.467,35. O mesmo acontece com quem desobedecer as cinco regras colocadas no Artigo 203. Ou seja, ultrapassar pela contramão (em várias situações) e em faixa amarela continua.

Além disso, a pessoa que não fazer sinalização de obstáculo à livre circulação, à segurança de carros e pedestres, obstaculizar a via de forma indevida. Ah, o motorista levará sete pontos na CNH em todos os casos.

Com informações de Código de Trânsito Brasileiro / Mobi Auto

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Pedro Giordan
Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde 2021, onde acumula desde então experiência e pesquisas sobre o setor automotivo. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar