Mitsubishi Eclipse Cross 2021: preços e versões do SUV

Na linha 2021, o Mitsubishi Eclipse Cross é oferecido em quatro versões diferentes (Foto: Divulgação/LÉO SPOSITO / MITSUBISHI)

O Mitsubishi Eclipse Cross traz um nome que causa bastante alegria para os fãs da velocidade. Ele faz referência a um superesportivo bastante aclamado pelo público e imprensa durante os anos 90. Aqui no Brasil, muitas unidades foram comercializadas. Agora, em versão SUV, tenta repetir o sucesso, além de entrar na briga pelos compradores de SUV.

Mitsubishi Eclipse Cross 2021

Lançado em 2018, o carro começou a ser fabricado por aqui (cidade de Catalão-GO) no ano seguinte. E ele traz apenas um nome ousado. Seu design diferente, que se parece com um SUV Coupê, chama a atenção por onde passa. Ele foi o primeiro veículo a trazer a nova identidade visual da montadora japonesa.

Suas dimensões mostram que ele é um SUV bastante robusto e com um bom espaço interno. Ele mede: 4.405 mm de comprimento, 1.805 mm de largura e 1.685 mm de altura. Além disso, sua distância entre-eixos é de 2.670 mm.

Na linha 2021, ele está sendo oferecido em quatro configurações diferentes: a GLS (R$ 155.990), a HPE (a partir de R$ 171.990), a HPE-S (a partir de R$ 191.990) e a top de linha HPE-S S-AWC (R$ 199.990).

Foto: Divulgação/LÉO SPOSITO / MITSUBISHI

Todas elas usam o motor MIVEC 1.5L Gasolina Turbo, com potência máxima de 165 cv a 5.500 rpm. O torque é de 25,5 kgfm  entre 1.850 – 4.500 rpm. Com ele, o carro pode acelerar de 0 a 100 km/h em 11,1 segundos e atingir a velocidade máxima de 195 km/h (dados de fábrica). Completando o conjunto mecânico, uma transmissão CVT de oito velocidades,

Para enfrentar a lama, ele vem com uma suspensão dianteira McPherson e traseira (Multi-link) e tração 4 x 4. Outro destaque é seu baixo consumo. De acordo com o Inmetro, ele faz 10,3 km/l na cidade e 11,9 km/l na em trecho rodoviário.

Equipamentos de série

Como foi dito acima, a gama do Mitsubishi Eclipse Cross é formada por quatro configurações diferentes. E todas vem bastante completas e com um acabamento bastante refinado.

No modelo de entrada (GLS) , você encontrará farol de neblina, faróis halógenos, luz de rodagem diurna, ar condicionado digital automático, bancos revestidos em tecido, comandos no volante, computador de bordo, direção com assistência elétrica, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, vidros e travas elétricas, volante com ajuste de altura, central multimídia touchscreem de sete polegadas (com Android Auto e Apple Carplay), USB, Bluetooth, sistema keyless, sensor crepuscular, sensor de chuva, câmera de ré, controles de tração e estabilidade, cruise control, Freios ABS com EBD, assistente de partida em rampa, Immobilizer e entre outros.

Foto: Divulgação/LÉO SPOSITO / MITSUBISHI

Já a HPE vem com todos os itens da versão anterior, adicionando lanternas com borda escura, ar condicionado digital Dual-Zone, banco do motorista com ajuste elétrico, bancos dianteiros com aquecimento, descansa braço central, troca de marcha no volante, Head up display, partida sem chave e no botão e sistema de entrada sem chave.

Farol alto automático, faróis em LED, lavador de faróis, regulagem de altura automática dos faróis, teto solar panorâmico, retrovisor eletrocômico, central multimídia com controle por Touch Pad, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, piloto automático inteligente, sistema de monitoramento de pontos cegos, sistema de frenagem autônoma, aviso de saída de faixa de rolamento e sistema de aviso de tráfego traseiro.

Mitsubishi Eclipse Cross HPE-S S-AWC (Foto: Divulgação/TOM PAPP / MITSUBISHI)

Por fim, a versão mais cara HPE-S S-AWC traz exclusividades. Uma delas é o sistema de controle dinâmico integrado ao 4WD (Super All Wheel Control S-AWC).

 

Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
Veja mais ›
Fechar