Mercedes tem turno suspenso em fábrica do ABC

Nesta quinta-feira (6), a Mercedes-Benz do Brasil anunciou que irá suspender um turno de produção na fábrica da empresa em São Bernardo do Campo, na região do ABC Paulista.

Mercedes tem turno suspenso em fábrica do ABC
Principal fabricante de caminhões do país continua a reestruturas estratégias de produção por aqui (Foto: Getty Images)

Mercedes suspenderá turno em até 3 meses

De acordo com as informações reveladas pela Mercedes-Benz, a suspensão do turno da produção no ABC Paulista terá duração de 2 a 3 meses a partir do próximo mês.

O motivo por trás da interrupção nos trabalhos da montadora em São Bernardo do Campo seriam as altas taxas de juros, falta de matérias-primas e a baixa demanda de caminhões, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

VEJA TAMBÉM

”É urgente abrir novas modalidades de financiamento do BNDES e baixar a taxa de juros, que é a segunda maior do mundo, para a retomada do setor”, alega Aroaldo Oliveira da Silva, diretor executivo do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC através de nota oficial.

Aroaldo complementa ainda, salientando o grande papel negativo que os juros trazem para o setor:

”Os juros altos prejudicam o crescimento, impedem a melhoria da produção e a geração de empregos, com efeitos nocivos no setor de caminhões e autopeças”. 

Desta forma, a Mercedes-Benz enviou um comunicado aos trabalhadores afetados pela decisão de suspensão do turno nesta semana.

A montadora já havia anunciado férias coletivas de 3 de abril a 2 de maio de 2023 para 300 trabalhadores de um dos turnos da fábrica.

A decisão teria sido tomada pela falta de componentes de produção como consequência da crise de abastecimento gerada pela pandemia de Covid-19.

Fábrica de São Bernardo do Campo

A planta da Mercedes-Benz no ABC Paulista é a maior unidade produtiva da montadora alemã em território nacional.

Lá são fabricados caminhões, chassis de ônibus, motores, entre outros itens voltados principalmente para o segmento de pesados.

Mercedes tem turno suspenso em fábrica do ABC
Apesar de queda do mercado de caminhões em março, Mercedes-Benz detém mais de 30% de participação no segmento (Foto: Divulgação)

Mercado de caminhões sofre queda em relação a 2022 

Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o mercado de caminhões em março apresentou queda de 7,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Enquanto em março de 2022 foram emplacados 10.128 caminhões no país, em março de 2023, esse número caiu para 9.389 unidades.

No entanto, de modo geral o ano de 2023 vem sendo melhor já que no primeiro trimestre o setor apresentou alta de 2,62% em relação ao mesmo período de 2022.

Entre janeiro e março deste ano já foram comercializados 27.446 caminhões em todo o Brasil.

Desses, 8.386 foram da Mercedes-Benz, o que corresponde a mais de 30% de participação no segmento.

Mercedes tem turno suspenso em fábrica do ABC
Redução de turnos da Mercedes-Benz atende a ”baixa demanda” entre outros fatores (Foto: Freepik)

Gervásio HenriqueJornalista com maior experiência profissional no setor automotivo. Atualmente redator do Grupo Gridmidia com foco no portal Garagem360.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar