Tags

Notícias

Latin NCAP: novo Onix hatch lidera em segurança; Mitsubishi L200 fracassa e tem zero estrela

Créditos: Divulgação
26 novembro, 2019
Da Redação

Os resultados da nona rodada de 2019 do Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, Latin NCAP, foram apresentados hoje. A versão hatchback do Chevrolet New Onix teve cinco estrelas para adultos e crianças, proteção de pedestres e controle eletrônico de estabilidade como equipamento padrão. A Mitsubishi L200, por sua vez, apresentou um resultado embaraçoso: zero estrela para a proteção de ocupantes adultos.

LEIA MAIS: Caoa Chery confirma o fim do QQ: relembre carros que se despediram em 2019

Ford vs. Ferrari: como o Ford GT40 se tornou uma lenda das pistas e conquistou as ruas como GT

Chevrolet New Onix Hatchback, fabricado no Brasil, ganhou o mesmo resultado que o New Onix Plus apresentado há dois meses. O novo modelo oferece controle eletrônico de estabilidade (ESC) e seis airbags como equipamento padrão: dois airbags frontais, dois laterais e dois laterais de cortina.

O Chevrolet demonstrou bom desempenho no impacto frontal, lateral e lateral de poste para proteção de ocupantes adultos e crianças. A montadora recomendou a instalação de ambos os dummies crianças virados para trás, seguindo as mais recentes práticas globais.

Isso foi confirmado pela obtenção de uma pontuação alta, quanto à proteção, no teste dinâmico para ocupantes crianças. O Onix oferece sistema de aviso de uso de cinto de segurança (SBR) como equipamento padrão nos bancos dianteiro e traseiro – trata-se de um equipamento muito relevante que ainda não é tão comum na América Latina.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Além disso, o Onix proporciona proteção para pedestres como padrão, de acordo com os Regulamentos das Nações Unidas. Esse recurso fez com que o modelo ganhasse um Latin NCAP Advanced Award.

Como o Onix hatch tem uma distância entre eixos diferente da do Onix Plus (sedã), depois de confirmar que ambos os carros são iguais na parte da frente até o pilar B e na plataforma, o Latin NCAP avaliou a versão compacta para o teste de impacto lateral e considerou os resultados de proteção contra impactos frontais e de poste da versão sedã.

Morte a 64km/h
A picape Mitsubishi L200, fabricada na Tailândia e no Brasil, alcançou zero estrela para proteção de ocupantes adultos e duas estrelas para proteção de ocupantes infantis. A versão mais recente da caminhonete mais vendida no Chile está disponível no mercado sem airbags, sem sistema de aviso de uso de cinto de segurança e sem controle eletrônico de estabilidade.

O modelo obteve zero estrela para a proteção de ocupantes adultos devido à alta probabilidade de ferimentos com risco de vida em uma batida a apenas 64 km/h. A L200 mostrou uma estrutura instável e instabilidade na área dos pés.

Seguindo a recomendação do fabricante do carro, os sistemas de retenção infantil (SRI) foram instalados usando cintos de segurança, em vez de recomendar o SRI com ancoragens ISOFIX a ser instalado usando as ancoragens ISOFIX disponíveis no carro como padrão. O SRI do dummy de três anos ofereceu baixa proteção.

A L200 tem uma versão com cintos pélvicos (dois pontos) na posição do banco central traseiro, mesmo em 2019. Levando em consideração todos os modelos avaliados da Mitsubishi pelo Latin NCAP, é claro que a proteção do ocupante criança não parece ser uma prioridade para este fabricante.

A Mitsubishi prometeu melhorar o equipamento básico padrão da L200 em toda a América Latina em produção a partir de fevereiro de 2020, chegando ao mercado não antes de abril, incluindo airbags dianteiros para o motorista e passageiro e cintos de segurança para o motorista e passageiro com pretensores e limitadores de carga.

O Latin NCAP considera que o equipamento não é suficiente, pois ainda falta algo tão importante quanto o controle eletrônico de estabilidade, a proteção lateral da cabeça e a proteção de pedestres. Todos esses itens serão necessários para obter mais de duas estrelas no novo protocolo Latin NCAP, que entrará em vigor no final de 2019.

Na galeria, confira alguns carros do mercado brasileiro que já decepcionaram nos testes de colisão do Latin NCAP:

 

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.