Interesse em comprar motos cresce 65% em agosto, aponta ML

Mercado Livre (ML), em um levantamento, apurou que a intenção dos brasileiros em comprar motos aumentou cerca de 65% em agosto de 2021 em comparação com mês julho
Foto: Pexels

O Mercado Livre (ML), em um levantamento, apurou que a intenção dos brasileiros em comprar motos aumentou cerca de 65% em agosto de 2021 em comparação com mês julho. De acordo com o ML, a busca se deve, em especial, à alta do preço da gasolina em todo o país.

Gasolina cara e baixo consumo das motocicletas são fatores pela alta na intenção dos brasileiros em comprar motos
Gasolina cara e baixo consumo das motocicletas são fatores pela alta na intenção dos brasileiros em comprar motos; Foto: Agência Petróleo e Gás

Aproveite e leia também: Confira os estados com os maiores e menores preços da gasolina

Gasolina cara e baixo consumo das motocicletas são fatores pela alta na intenção dos brasileiros em comprar motos

A mesma pesquisa do ML revela que a busca por motos na comparação entre julho de 2021 e o mês anterior (junho), a alta foi de 21% – frente aos 65% de crescimento entre julho e agosto. Assim, uma alta considerável.

“Não podemos esquecer que, em pouco mais de um ano, vimos os preços dos combustíveis triplicarem nas refinarias. Podemos creditar o aumento na intenção de compras de motos à busca por uma alternativa, visto que as motocicletas consomem menos combustível e possibilitam rápida locomoção nos grandes centros”, comenta Luciano Avila, Head de Marketplace Motors do Mercado Livre.

“Outro fator que pode estar gerando essa mudança é o volume da oferta. No Mercado Livre, por exemplo, identificamos um crescimento de 60%, no ano contra ano, e 13% em relação ao mês passado. Ou seja, assim como a busca, a quantidade de anúncios também está subindo”, completa Avila.

comprar motos é uma opção de muitos brasileiros frente ao preço da gasolina
U-BE Honda. Foto: reprodução

Você pode se interessar também por: Honda Motos terá scooter com preço menor que um celular

Oferta e procura por motos elétricas também crescem

Enquanto isso, conforme informações do ML, a oferta de motocicletas elétricas aumentou significativamente. No caso, relação aos anúncios de motos 0 Km.

Além disso, as motos elétricas 0 Km vêm registrando aumento de procura. Por exemplo, ao analisar o período de junho e agosto de 2021, em relação ao mesmo período de 2020, o ML revela que a oferta de motos elétricas passou de 5% para 15% do total de anúncios. Também, esses  modelos elevaram 10 pontos percentuais no volume de classificados da plataforma.

“No último ano, além da oferta crescer, vimos a demanda, que antes estava no patamar 4% do total, subir expressivamente para 19%. Enquanto a intenção de compra alavancou para 21%, antes registrada em 4%”, frisa o executivo.

“Ou seja, a busca e os contatos subiram 15 e 17 pontos percentuais, respectivamente. “Com isso, notamos que as motocicletas elétricas estão ganhando um espaço muito importante na mente dos consumidores, visto que essa demanda aumentou quase cinco vezes no último ano”, analisa o Head de Marketplace Motors do Mercado Livre.

Erica Franco
Erica FrancoJornalista por formação, com mais de 15 anos de experiência em redação em geral. Passagens pelo caderno Máquina e Moto Máquina do jornal Agora São Paulo, Folha online, Jovem Pan, Uol, Mil Milhas, Revista e site Consumidor Moderno, Portal No Varejo, entre outros.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar