Honda e General Motors se unem para desenvolver células de combustível

DestaquesNotícias 31 de janeiro de 2017 Leo Alves 0

Duas gigantes do mundo automobilístico decidiram unir forças em prol dos combustíveis alternativos. Nessa segunda-feira (30), General Motors e Honda anunciaram a criação de uma joint venture para produzir um sistema de células de combustível hidrogênio, que no futuro será utilizado em carros de ambas as empresas.

A parceria resultou na criação da Manufatura de Sistema de Células de Combustível, LLC (Fuel Cell System Manufacturing, LLC, em inglês). Sua operação será dentro da fábrica de baterias da GM de Brownstown, em Michigan (EUA). A estimativa é que a produção do sistema comece em 2020, com ambas as empresas dividindo o valor dos investimentos de US$ 85 milhões.

Embora somente agora as empresas tenham oficializado a união, desde 2013 as empresas compartilham os conhecimentos obtidos com essa tecnologia. A nova joint venture será comandada por um conselho de administração composto por três executivos de cada empresa, incluindo um presidente rotativo de cada multinacional.

Segundo a GM, a tecnologia de células de combustível endereça muitos dos principais desafios enfrentados pelos automóveis hoje – dependência de petróleo, emissões, eficiência, autonomia e tempo de reabastecimento. Veículos movidos a células de combustível podem operar com hidrogênio vindo de fontes renováveis, como eólica e biomassa. A única emissão de gases desses automóveis é o vapor de água.

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *