Ford realiza o primeiro teste de carros autônomos para a imprensa nos EUA

Notícias 24 de setembro de 2016 Talita Morais 0

A Ford promoveu nesta semana o primeiro teste de carros autônomos para a imprensa, no seu Centro de Desenvolvimento de Produto, em Dearborn, nos Estados Unidos. A demonstração utilizou a frota de veículos Fusion, equipados com sendores LiDAR para mapear o ambiente no País. Os jornalistas viajaram no banco de trás, acompanhados por dois engenheiros que monitoraram o percurso de algumas voltas dentro da sede da empresa, em velocidades de até 50 km/h.

O profissional sentado no banco do motorista não colocou as mãos no volante em nenhum momento, enquanto seu companheiro do lado do passageiro, com um laptop, coletava dados e imagens do roteiro. A primeira impressão do carro autônomo, segundo participantes, foi como andar com um aprendiz de direção: lento e cauteloso. Dentro de dois anos a a montadora pretende ampliar essa experiência, colocando vans autônomas em circulação dentro da sua sede para transporte dos empregados.

Radar, sensores e câmeras

Os mapas são uma parte essencial para o funcionamento dos veículos autônomos. A Ford utiliza um mapa básico com sinais e marcações da pista, ao qual se sobrepõe um segundo mapa que detecta alterações em tempo real. Ele foi projetado para funcionar como o olho e o cérebro humanos, com uma combinação de sensores.

O sistema da marca norte-americana se baseia em três tipos de sensores (LiDAR, radares e câmeras) para reunir informações sobre o ambiente. O radar usa radiofrequência, enquanto o LiDAR emite feixes de laser para projetar uma visão de 360 ​​graus em torno do carro. As câmeras funcionam como o olho humano e são consideradas mais passivas, para captar o que existe no local.