F1 está de volta: veja os novos carros e alguns dos mais históricos de todos os tempos

GaleriaNotícias 23 de março de 2017 Leo Alves 0

A espera acabou. Nesta sexta-feira (24) os carros da Formula 1 voltam a acelerar nos primeiros treinos livres da temporada 2017 da categoria. Por conta do fuso horário da Austrália, onde acontece a corrida no domingo (26), na noite dessa quinta-feira, às 22h, os fãs brasileiros poderão acompanhar a primeira sessão de testes na televisão.

Para este ano há muitas expectativas para o desempenho dos bólidos, que sofreram a maior mudança dos últimos tempos. Os carros de 2017 estão mais largos (20 cm), com pneus maiores e novas asas mais largas e mais baixas, no caso da traseira. O objetivo, segundo a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), era que o desempenho fosse cinco segundos mais rápido por volta que o dos carros de 2015.

CONFIRA TAMBÉM: Veja como foi o desafio da Seat Leon Cupra contra Huskies Siberianos

McLaren revela ‘traços’ de seu futuro supercarro

Ao menos nos testes de pré-temporada a meta foi alcançada. O tempo mais baixo registrado no autódromo da Catalunha, na Espanha, foi de 1:18.634, marcado pelo finlandês Kimi Raikkonen da Ferrari. Há dois anos, o alemão e atual campeão mundial Nico Rosberg, então piloto da Mercedes-Benz, fez a pole em 1:24.681. Em 2016, o inglês Lewis Hamilton, também da equipe prateada, foi quem saiu na ponta com o tempo de 1:22.000.

A expectativa é que com as mudanças profundas as equipes estejam mais próximas na luta pelo título. Ferrari, Williams, e a própria Mercedes, foram as melhores ao longo da pré-temporada, sendo que os italianos foram os líderes. Agora, com o começo da temporada, é que vai dar para saber quem realmente estará na frente do grid.

Para conferir o visual dos carros de 2017, confira a galeria especial do Garagem360, que reúne os modelos atuais e alguns dos mais vitoriosos de todos os tempos.

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *