Essa é a peça chave para gerar mais segurança no trânsito

Sabemos que o trânsito pode ser um lugar perigoso quando medidas de segurança corretas não são tomadas. Desta forma, qual o principal fator de risco para o tráfego?

Essa é a peça chave para gerar mais segurança no trânsito
Você sabe qual é o principal motivo de acidentes nas rodovias do país? (Foto: Freepik)

Principal medida de segurança para o trânsito

Dentre os fatores que mais tornam o trânsito um lugar arriscado, um se destaca: a imperícia quanto aos veículos.

Papel fundamental do proprietário e/ou condutor, o carro quando não preparado de forma correta para trafegar, pode ser tornar uma arma letal.

VEJA TAMBÉM

Nesse sentido, a manutenção automotiva é o fator primordial para um trânsito mais seguro.

Segundo a dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as falhas mecânicas são um dos principais fatores de acidentes nas rodovias de todo o país.

Assim, as revisões periódicas ganham papel fundamental na busca por evitar esse problemas mecânicos.

De acordo com Marcelo Martini, da Fuchs, empresa do segmento de lubrificantes automotivos: ”as manutenções preventivas são fundamentais para reduzir as estatísticas de acidentes no país”.

Essa é a peça chave para gerar mais segurança no trânsito
Problemas simples podem se tornar grandes, caso não sejam alvos de uma manutenção automotiva planejada (Foto: Pixabay)

Tipos de manutenção

Existem dois tipos principais de manutenção que podem ser adotadas no veículo, a depender do objetivo com os cuidados.

O caso mais emergencial de reparo é a ”manutenção corretiva”, quando a ação ocorre em virtude de peças já danificadas.

Nessa supervisão, o foco é reparar ou substituir peças que estejam desgastadas, quebradas ou com falha.

Vale lembrar que todo o veículo não deixa de ser uma engrenagem, então o comprometimento de uma peça pode afetar outras, conforme rodam em condições desfavoráveis.

Outro fator decorrente do uso veicular com composições danificadas pode ser o aumento da dificuldade para concerto, o que pode refletir diretamente no preço final do serviço mecânico.

Em outras palavras, continuar andando com o carro em condições inadequadas é o famoso ”barato que sai caro”.

Além disso, existe a manutenção preventiva iniciada pela famosa revisão, onde se mapeia os potenciais problemas do veículo, a fim de evitar acidentes.

Este tipo de cuidado é o mais indicado, por agir antes que algo aconteça, evitando acidentes e prejuízos maiores.

Desta maneira, a manutenção preventiva é planejada, além de ser realizada de maneira periódica.

Óleo do motor, freios, embreagem, pneus, bateria e faróis são os itens primordiais a serem verificados em uma manutenção preventiva.

Além disso, o reparo planejado aumenta a vida útil do veículo e garante um desempenho bom e seguro.

Gervásio HenriqueJornalista com maior experiência profissional no setor automotivo. Atualmente redator do Grupo Gridmidia com foco no portal Garagem360.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar