Detran reduz espera para condutor com deficiência tirar a CNH em MG

Senado pode votar hoje a isenção do IPI para carros PCD
(Imagem: Auto shopping)
publicidade

Novos procedimentos adotados pela Polícia Civil diminuíram a fila de espera para avaliação médica e psicológica de pessoas com deficiência (PcD) na clínica do Departamento Estadual de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG). Os candidatos à primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e à reabilitação, que antes aguardavam até 180 dias para realizar os exames, agora são atendidos em 30 dias, em média. Veja!

Detran
(Foto: Divulgação)
publicidade

Detran diminui tempo de espere para motoristas PcD passarem por avaliação e obterem a CNH em Minas

De acordo com o diretor do Detran-MG, o delegado Eurico da Cunha Neto, o resultado foi alcançado após a adoção de um novo modelo de gestão na seção médica e psicológica e da descentralização parcial do atendimento das PcDs para as clínicas credenciadas. 

“Com o objetivo de evitar uma alta demanda e, consequentemente, o tempo de espera para aqueles que realmente precisam ser atendidos pelo Detran-MG, estabelecemos novos critérios para o atendimento”, explica. 

VEJA TAMBÉM

Veja o que mudou no atendimento do Detran-MG

isenção do IPVA 2022 para carros PcD deve ser feita até 31 de julho desse ano
Imagem ilustrativa (Foto: Pixabay)

“Atualmente, na clínica do Detran-MG, os serviços são exclusivamente para candidatos e condutores com deficiência física, novas solicitações de condutores com a CNH cassada pela justiça e recursos dos exames realizados em clínicas credenciadas”, afirma Cunha Neto. 

publicidade

O primeiro atendimento aos candidatos à primeira CNH e aos já habilitados deixou de ser feito no Detran-MG, em Belo Horizonte, para ser realizado em clínicas credenciadas mais próximas de suas casas, proporcionando mais agilidade e ampliando o acesso.

“Agora, apenas em casos específicos, de grau de deficiência moderada ou grave, o candidato à habilitação é encaminhado para a junta médica do órgão de trânsito”, explica a delegada Maria Alice Faria, chefe da Divisão de Habilitação.

publicidade

No caso dos candidatos e condutores PcDs, a junta médica do Detran-MG avaliará a exigência de adaptação veicular relacionada à deficiência física, considerando o comprometimento da capacidade de acionamento dos comandos de um veículo convencional que podem representar risco à segurança no trânsito.

Simulador de direção

Simulador de direção auxilia no diagnóstico da deficiência (Foto: Renato Cobucci/Secom MG)

O Detran-MG adquiriu, recentemente, um simulador de direção com tecnologia que auxilia na avaliação da capacidade psicomotora do motorista por meio de testes específicos. Com o equipamento, é possível aferir aspectos como a força de pernas, braços e mãos, avaliar a velocidade dos movimentos e agilidade para pisar nos pedais, e medir os reflexos e a capacidade de visão periférica.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

A junta médica do Detran-MG utiliza o equipamento para diagnosticar se, de fato, o candidato à CNH tem algum tipo de problema físico que o impeça de dirigir. O diagnóstico também estabelece os equipamentos obrigatórios no veículo – como direção hidráulica, adaptadores de volantes e pedais e câmbio automático, entre outros.

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Paulo Silveira
Paulo SilveiraJornalista com 20 anos de experiência profissional como repórter nas principais redações de jornais do Brasil, como Gazeta Mercantil, Folha SP, Estadão e Jornal do Brasil e em cargos de coordenação, edição e direção. Formado em Jornalismo pela Caśper Líbero.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar