Debaixo d’água: veja como funcionará o túnel subaquático que ligará as cidades de Santos e Guarujá

O Governo do Estado de São Paulo anunciou no último fim de semana que construirá um túnel subaquático. Confira os detalhes da inovação. 

Debaixo d'água: veja como funcionará o túnel subaquático que ligará as cidades de Santos e Guarujá
Divulgação: Prefeitura de Santos

Túnel subaquático Santos-Guarujá

O Estado de São Paulo será a primeira região da América Latina a desenvolver um túnel subaquático na América Latina. 

O projeto inovador ligará as cidades de Santos e Guarujá, no litoral paulista, terá cerca de 860 metros de distância entre as margens (incluindo embocadura), além de 21 metros de profundidade.  

A ideia é promover a locomoção de ciclistas, pedestres e VLTs (Veículo Leve Sob Trilhos), passando por baixo do canal do Porto de Santos. 

O anúncio oficial da inovadora obra foi realizado pelo governo paulista e presenciado pelo Governo Federal nesta sexta (2). 

Quando começa a construção do túnel Santos-Guarujá?

O túnel subaquático deve iniciar suas obras no próximo ano. A previsão de entrega está datada para daqui há três anos, portanto 2028. 

Detalhes da inovação 

O túnel subaquático contará com três faixas em dois sentidos, uma delas direcionada aos VLTs. Também poderão se deslocar no túnel, pedestres e ciclistas. 

Segundo as informações iniciais do projeto, a profundidade mínima da construção subterrânea será de 21 metros. 

Dessa forma, serão construídos seis módulos de concreto armado, transportados até a instalação sem interromper a atividade no Porto de Santos, o maior do hemisfério sul. 

A construção será fruto de uma parceria entre iniciativa pública e privada, denominada ‘’PPP’’ e custará R$ 5,9 bilhões. 

Vale lembrar que o Porto de Santos é responsável por quase 30% da balança comercial do Brasil. 

Só em dezembro do último ano, o porto registrou movimentação de 15,6 milhões de toneladas de cargas, uma alta de 29,1% em relação a dezembro de 2022. 

De janeiro a dezembro de 2023 foram 173,3 milhões de toneladas transportadas. 

Debaixo d'água: veja como funcionará o túnel subaquático que ligará as cidades de Santos e Guarujá
Foto: Divulgação. 

Redução do tempo de deslocamento

O principal intuito por trás da construção do novo e tecnológico túnel é a redução do tempo de deslocamento entre Santos e Guarujá, importantes regiões de transporte do litoral paulista e brasileiro. 

A estimativa é de que o novo túnel imerso reduza em até 50 minutos o tempo de locomoção entre as duas cidades. 

Outro impacto imediato da obra será a desobstrução da via terrestre Rodovia Cônego Domênico Rangoni (SP-055), além da liberação do canal do porto para uso prioritário de navios de carga e de passageiros.

Transporte de pessoas

De acordo com o Governo Federal, o projeto beneficiará mais de 5 milhões de pessoas, incluindo os 1,6 milhão de habitantes da Baixada Santista. 

Do mesmo modo, os mais de 4 milhões de turistas que visitam anualmente o litoral norte também serão favorecidos.

Gervásio HenriqueJornalista com maior experiência profissional no setor automotivo. Atualmente redator do Grupo Gridmidia com foco no portal Garagem360.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar