Conheça o novo radar que vai aferir muito mais que a velocidade nas rodovias de SP

As rodovias do estado de São Paulo vão receber 649 unidades do novo radar em 2024. Em novembro de 2023, o governo do estado publicou um edital de licitação para a instalação dos novos pontos de radares em trechos críticos das rodovias administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Novo radar inteligente vai detectar mais do que a velocidade - Foto Divulgação/ PMC
Novo radar inteligente vai detectar mais do que a velocidade – Foto Divulgação/ PMC

 

Como funciona o novo radar inteligente?

Dos 649 radares licitados, 536 são inteligentes, ou seja, além de aferir a velocidade média do veículo também será capaz de:

  • Ler automaticamente as placas dos veículos;

  • Transmitir informações em tempo real para o Departamento de Estradas de Rodagem (DER);

  • Identificar veículos furtados ou com irregularidades no registro.

Tudo isso graças a tecnologia OCR (Reconhecimento Óptico de Caracteres), que fará a leitura automática da placa, complementando o registro fotográfico do veículo identificado. 

Onde serão instalados os novos radares?

De acordo com informações, São Paulo conta com quase 21,3 mil quilômetros de rodovias pavimentadas, das quais 12,2 mil quilômetros estão sob responsabilidade do DER e 9 mil quilômetros geridos por concessionárias. 

Antes da licitação, a malha viária do estado, sob jurisdição do DER, não possuía radares fixos. 

Foto: Associação Nacional dos Detrans
Mais radares fixos em SP – Foto: Associação Nacional dos Detrans 

 

Os 649 radares serão instalados em rodovias de 14 regiões do estado, com início já no primeiro semestre deste ano. 

Veja a disposição dos aparelhos:

  • São Paulo: 124 pontos de fiscalização

  • Campinas: 71 pontos de fiscalização

  • Taubaté: 67 pontos de fiscalização

  • Rio Claro: 60 pontos de fiscalização

  • Itapetininga: 51 pontos de fiscalização

  • Cubatão: 44 pontos de fiscalização

  • Presidente Prudente: 44 pontos de fiscalização

  • São José do Rio Preto: 36 pontos de fiscalização

  • Assis: 35 pontos de fiscalização

  • Ribeirão Preto: 31 pontos de fiscalização

  • Bauru: 29 pontos de fiscalização

  • Barretos: 26 pontos de fiscalização

  • Araraquara: 16 pontos de fiscalização

  • Araçatuba: 15 pontos de fiscalização

Desde 2020 apenas radares móveis

Desde 2020 as rodovias estaduais de São Paulo, sob a jurisdição do DER não são fiscalizadas por radares fixos. Na ocasião, o órgão finalizou o contrato com a antiga operadora. 

De lá para cá apenas a Polícia Militar Rodoviária realiza a fiscalização com o uso de radares móveis. 

O edital de novembro prevê a contratação desses serviços para fornecimento, operação e manutenção dos aparelhos. A princípio seriam 250 pontos de fiscalização, mas o órgão optou por ampliar para 649 pontos.

O investimento previsto é de R$ 196,8 milhões.

Robson QuirinoSou Robson Quirino. Formado em Comunicação Social pelo IESB-Brasília, atuo como Redator/ Jornalista desde 2009 e para o segmento automotivo desde 2019. Gosto de viagens rápidas, mas sonho em viajar em um cosmic car para o espaço sideral.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar