Saiba como funcionam os carros elétricos, híbridos e híbridos plug-in

Notícias 26 de fevereiro de 2016 Maria Beatriz Vaccari 0

Ford explica como é feita a recarga de baterias e quais são as vantagens de cada tecnologia

A Ford vem apostando cada vez mais em veículos na área da eletrificação. Atualmente, a montadora oferece três tipos de sistema: elétrico, híbrido e híbrido plug-in. Para não deixar ninguém com dúvidas, a empresa divulgou um guia (em formato de infográfico) para mostrar as diferenças de cada um. Confira as principais características de cada tecnologia.

Híbrido

Os veículos híbridos da Ford combinam um motor a gasolina e um elétrico, que é alimentado por uma bateria. Quando eles estão em movimento, há um revezamento automático do uso dos dois motores. O objetivo é oferecer melhor desempenho e eficiência.

Em se tratando do carregamento de bateria, os veículos híbridos usam um processo que transforma a gasolina e a energia mecânica do motor em eletricidade. Além disso, eles contam com uma tecnologia de frenagem regenerativa. Isso significa que a energia das rodas é captada quando o motorista usa os freios.

Híbrido Plug-in

Em termos de tecnologia, os híbridos plug-in são bem parecidos com os híbridos tradicionais. A única diferença é que eles podem ser recarregados no tomada. Para a montadora, uma das vantagens do modelo é poder rodar no modo elétrico em trajetos curtos e como um híbrido comum durante distâncias mais longas.

Os veículos equipados com este sistema também são carregados por meio da energia mecânica do motor e pela tecnologia de frenagem regenerativa. O processo também pode ser feito por meio de uma conexão com a rede elétrica. O híbrido plug-in Ford C-MAX Energi consegue fazer o processo completo em apenas 2,5 horas usando uma estação de 240 V.

Elétricos

O carro elétrico é recomendado para quem costuma fazer roteiros diários mais curtos. Assim como os citados acima, ele conta com a tecnologia de frenagem regenerativa. Entretanto, só pode ser carregado por meio da rede elétrica. Na hora de carregar os elétricos, e também os híbridos plug-i na tomada, pode-se optar por dois tipos de configuração: o modelo 120 V padrão ou uma estação de carga doméstica de 240 V, que é mais rápida. A montadora ressalta que o novo Fusion 2017 vai oferecer uma nova opção: a carga ultrarrápida em corrente contínua (480 V).