Com o fim dos dias quentes, motociclistas devem investir mais na proteção 

dicas para motos
(Foto: Pexles)
publicidade

Quem utiliza  motos como principal meio de transporte no dia a dia sabe que encarar vento e clima frio durante o trajeto pode tornar a pilotagem bastante desagradável.

Quando o corpo está enfrentando temperaturas muito baixas sem a proteção adequada, o motociclista pode perder habilidades motoras e reflexos, colocando a sua segurança em risco. Assim, veja algumas orientações para se proteger! 

publicidade
(Foto: Pexles)

Dicas para se proteger nas épocas mais frias

Nessas situações, o ideal é que o piloto se mantenha aquecido e busque uma forma de impedir que o frio, o vento e a chuva se transformem em problema. As motos não possuem barreiras físicas de proteção,  e isso precisa ser feito pelas roupas e acessórios.

VEJA TAMBÉM

A solução é procurar vestimentas que não só protejam contra quedas, mas também ofereçam camadas de isolamento térmico. 

publicidade

O combo ideal para um motociclista trafegar no frio deve ser composto por jaqueta e calça com bloqueio para vento, frio e chuva, além de luvas e botas alongadas e à prova d’água. 

“É importante ressaltar que roupas de frio comuns não são indicadas para o uso durante a pilotagem de motos – são peças que deixam o piloto aquecido, mas que não garantem nenhuma proteção em caso de queda ou acidente”, aponta Erica Trosman, Gerente de Desenvolvimento de Produto da Laquila, empresa de motopeças responsável pelas marcas HJC Brasil e TEXX, focadas em roupas, acessórios e capacetes.

publicidade

Um exemplo de peça ideal para motociclistas é a Jaqueta Armor da TEXX, que possui forro semitérmino removível, gola alta em Neoprene e protetores reforçados nos cotovelos e nas costas, além de uma modelagem no estilo parca cobrindo uma parte maior do corpo. 

Jaqueta Armor, da TEXX (Foto: Divulgação)

“A calça com protetores de joelho também é um dos itens indispensáveis para a segurança dos motociclistas, podendo também desempenhar um papel fundamental para manter o piloto aquecido e confortável quando ganha materiais impermeáveis e que impedem a entrada de vento”, afirma Erica.

publicidade

Dicas para motos: pés e as mãos são principais partes do corpo dos motociclistas que requerem proteção extra

A retenção de calor e segurança adequada só estará garantida com a proteção das partes do corpo mais importantes para quem pilota motos: os pés e as mãos. 

Não há como abrir mão das luvas e dos calçados específicos para motociclistas, pois todo o controle motor da motocicleta é feito por pés e mãos, que precisam estar sempre protegidos e aquecidos. 

Luvas devem ser quentes e impermeáveis (Foto: Divulgação)
publicidade

Nesse quesito, é possível encontrar no mercado botas produzidas em couro revestido com poliuretano, com tecnologia de impermeabilidade, solado antiderrapante e protetores para dedos e calcanhares.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

As luvas devem ser quentes e impermeáveis, produzidas com tecido de maior aderência e palma antiderrapante. Além disso, o capacete também deve ser pensado para o frio. “O ideal é apostar em uma balaclava por debaixo de um capacete que ofereça uma visão sem embaçados”, afirma a executiva.

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade
Paulo Silveira
Paulo SilveiraJornalista com 20 anos de experiência profissional como repórter nas principais redações de jornais do Brasil, como Gazeta Mercantil, Folha SP, Estadão e Jornal do Brasil e em cargos de coordenação, edição e direção. Formado em Jornalismo pela Caśper Líbero.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar