Carros autônomos da BMW já estão em teste; conheça os modelos

A BMW divulgou alguns detalhes sobre o projeto de carros autônomos dentro da sua linha de montagem na Alemanha
A BMW divulgou alguns detalhes sobre o projeto de carros autônomos dentro da sua linha de montagem na Alemanha (Foto: Divulgação)
publicidade

A BMW está entre as marcas que desenvolve tecnologias de carros autônomos. A marca afirmou que o projeto que visa o desenvolvimento de carros que dispensam a intervenção do motorista dentro de sua linha de produção já está em fase de testes. Veja os detalhes.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

A BMW divulgou alguns detalhes sobre o projeto de carros autônomos dentro da sua linha de montagem na Alemanha
A BMW divulgou alguns detalhes sobre o projeto de carros autônomos dentro da sua linha de montagem na Alemanha (Foto: Divulgação)
publicidade

Carros autônomos: BMW inicia projeto de testes com os modelos autônomos em sua linha de produção

O BMW Group está lançando um projeto único que fará com que os carros rodem sem a necessidade de um motorista. O projeto chamado de Automatisiertes Fahren im Werk – está sendo realizado em colaboração com duas startups e aumentará a eficiência da logística de veículos novos em fábricas e centros de distribuição.

O objetivo do projeto piloto AFW é que os veículos autônomos se movimentem de forma autônoma em áreas de logística e montagem. Para que isso aconteça, o BMW Group tem colaborado com a Seoul Robotics da Coreia do Sul e a Embotech da Suíça.

VEJA TAMBÉM

Com lançamento em julho de 2022 na fábrica do BMW Group em Dingolfing, na Alemanha, o novo sistema será testado pela primeira vez no novo BMW Série 7 e o BMW i7 totalmente elétrico.

publicidade
A BMW divulgou alguns detalhes sobre o projeto de carros autônomos dentro da sua linha de montagem na Alemanha
BMW i7 e Série 7 são os modelos usados nos primeiros testes (Foto: Divulgação)

Sensores são instalados no local e não nos veículos

“A condução automatizada dentro da fábrica é fundamentalmente diferente da condução autônoma para os clientes. Não usa sensores no veículo. Na verdade, o carro em si é mais ou menos cego e os sensores para manobrá-los estão integrados ao longo do percurso pela fábrica”, explica Sascha Andree , gerente de projeto do BMW Group .

publicidade

O AFW baseia-se em duas tecnologias principais: uma infraestrutura de sensores para apoiar a localização de veículos e detectar obstáculos no ambiente da fábrica e um software de planejamento de direção que transmite comandos controlados para os veículos autônomos por meio de comunicações móveis.

Inicialmente, os veículos passarão apenas pela área de montagem e depois para a logística. Recém-saídos da linha de produção, eles se dirigirão a uma área de estacionamento, prontos para sua viagem de trem ou caminhão.

Essencialmente, a tecnologia pode ser usada a partir do momento em que os carros são capazes de dirigir de forma independente na produção – logo após a primeira ignição do motor.

publicidade

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Nicole Santana
Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe. Atualmente dedica-se à redação do portal Garagem 360, produzindo notícias, testes e conteúdo multimídia sobre o universo automobilístico.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar