Carros 0km em baixa: emplacamentos têm queda em setembro

Carros 0km
O número de emplacamentos de carros 0km terminou o mês de setembro com uma queda de 10,19% com relação ao mês anterior (Foto: Divulgação/Stellantis/Jeep)

O mercado de carros 0km segue em baixa no Brasil. De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o número de emplacamentos terminou o mês de setembro com uma queda de 10,19% com relação ao mês anterior. Isso juntando o número de vendas de automóveis de passeio e comerciais leves. Dentre os veículos, o Hyundai HB20 surpreendeu.

Este relatório foi divulgado pela entidade na última segunda-feira (05/10). E ele mostra que foram vendidos 142.354 veículos neste último mês. Vale lembrar que em agosto, foram 158.501 unidades comercializadas. Agora, ao comparar com os dados de setembro de 2020, a queda foi de 28,38%. O número total de veículos vendidos naquela época foi de 198.765 unidades.

Carros 0km
Foto: Pixabay.com

De acordo com a Fenabrave, no número de emplacamentos de carros 0km terminou o mês de setembro com uma queda de 10,19% com relação ao mês anterior

Podemos ver também que ambos os mercados tiveram queda no último mês. Sendo que que foram 109.077 (-8,95%) automóveis de passeio e 33.277 (-14,01%) comerciais leves. No entanto, os dados destes dois critérios mostram que houve uma queda com relação ao mês de setembro/20.

No entanto, é possível perceber que o número de vendas acumuladas foi maior que no ano passada. Desde janeiro, foram comercializadas 1.469.862 veículos em todo o território nacional. O que representa uma variação de +13,19% comparado ao mesmo período do ano passado. Neste período, foram licenciados 1.298.557 carros 0km.

“A falta de veículos novos, em função da escassez de componentes na indústria, é um fenômeno global, que atinge outros países, como os Estados Unidos, por exemplo. Vivemos, hoje, possivelmente, o ponto mais crítico dessa crise de abastecimento de veículos, mas acredito que, nos primeiros meses de 2022, teremos uma clareza maior sobre a resolução do problema”, explica Alarico Assumpção Júnior, Presidente da Fenabrave, em comunicado.

Aproveite e veja: Tudo sobre o Fiat Toro 2022

Foto: Divulgação/Stellantis/Fiat

E esta crise fez com que a entidade fizesse uma revisão nas projeções para o ano. A segunda só neste segundo semestre. Antes, ela previa um crescimento da venda de automóveis e comerciais leves seja de apenas 3,1%. Ao todo, espera=se que sejam emplacados 2.011.157 unidades até dezembro.

Isso mostra que as expectativa atual está bem abaixo do que esperado por eles no começo do ano. Àquela altura, esperava-se que fossem comercializados 2.258.872 veículos. Ou seja, um aumento de 15,8% com relação a 2020.

“Estamos diante de muitas incertezas e da maior crise de abastecimento de veículos já vivida, nos últimos anos. Isso nos fez reduzir as expectativas de crescimento para o ano, infelizmente”, alerta Alarico Assumpção Júnior.

Outros setores também sofreram quedas

Carros 0km
Foto: Divulgação/Mercedes-Benz

Não foi só o número de carros e comerciais leves que fecharam o mês de setembro em queda. Outros setores também sofreram com os números em baixa. Os caminhões, por exemplo, tiveram uma queda de 8,61%. No mercado de ônibus, ela foi de 28,39%. O mesmo ainda aconteceu com os implementos rodoviários e outros.

Entretanto, o mercado de motos terminou com um crescimento de 5,98%. Mas não foi o suficiente para que o setor inteiro terminasse com um queda de 4,43%.

Hyundai HB20 foi o carro mais vendido

Carros 0km
Foto: Divulgação/Hyundai

O Hyundai HB20 surpreendeu e terminou o mês de setembro como o mais vendido. Ao todo, foram 7.147 unidades do hatch sul-coreano vendidas em todo o território nacional. Com isso, ele retornou ao posto de segundo automóvel de passeio mais vendido desde janeiro.

Uma outra surpresa aparece na segunda posição. Trata-se da Fiat Toro. Com as 6.852 unidades vendidas, ela terminou na frente da líder Strada (5.772 unidades). Na terceira posição está o Jeep Compass, que teve 6.823 unidades vendidas.

O trio da Chevrolet formado por Onix, Tracker e Onix Plus voltaram a se destacar. Estes três veículos ficaram um tempo fora por conta da crise de semicondutores. Agora, voltaram a figurar entre os dez primeiros do mercado de automóveis de passeio. Os carros fecharam o mês com 4.311, 3.936 e 3.747 unidades vendidas, respectivamente.

Veja abaixo os 10 carros 0km mais vendidos do mês de setembro/2021

1º – Hyundai HB20 (7.147 unidades)

2º – Fiat Toro (6.852 unidades)

3º – Jeep Compass (6.823 unidades)

4º – Fiat Strada (5.772 unidades)

5º – VW T-Cross (5.733 unidades)

6º – Fiat Argo (4.911 unidades)

7º – Fiat Mobi (4.574 unidades)

8º – Hyundai Creta (4.550 unidades)

9º – Jeep Renegade (4.503 unidades)

10º – Toyota Hilux (4.396 unidades)

Pedro Giordan
Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde 2021, onde acumula desde então experiência e pesquisas sobre o setor automotivo. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar