Bardahl lança aditivo para tratar óleos sintéticos

Notícias 30 de junho de 2015 Talita Morais 0

B12 Sintético tem ação de limpeza e está à venda com preço promocional de R$ 27,90

A Bardahl lança este mês um novo aditivo para óleo de motor, o B12 Sintético. O novo produto, segundo a fabricante, é o primeiro aditivo para tratamento de óleos sintéticos de última geração (API SM e API SN) do mercado. Inicialmente, o produto pode ser encontrado no site oficial da empresa (R$ 42,27) e nas lojas MercadoCar da Grande São Paulo com preço promocional de R$ 27,90. A partir de julho estará à venda em todo o país.

Desenvolvido para proteger os motores que usam óleos sintéticos (0W-20, 0W-30, 5W20, 5W-30 e 10W-30), sua adição não altera a viscosidade dos lubrificantes. Essa garantia é fundamental já que os motores mais novos possuem folgas cada vez menores, exigindo ainda mais fluidez do lubrificante em baixas ou em altas temperaturas.

Foto: Divulgação
B12 Sintético é capaz de deixar as peças do motor limpas
B12 Sintético é capaz de limpar as peças do motor  

A Bardahl explica que o produto oferece ação de limpeza capaz de deixar as peças do motor limpas, como se fossem novas – a limpeza do motor é essencial, já que possíveis depósitos podem gerar perda de eficiência por atrito fluido. Ele tem em sua formulação um agente protetor de selos (elementos de vedação do motor), que evita vazamentos.

Diferentemente dos demais produtos da linha, comercializados em embalagens de 500 ml, o B12 Sintético chega ao mercado em frascos de 200 ml, em consequência da alta concentração – um frasco é suficiente para um cárter com capacidade de até 5 litros.

O desempenho do óleo foi testado na Sequência III G, um teste de classe mundial extremamente severo. Neste teste, o motor funciona 100 horas com carga pesada (25,49 kgfm), sendo que pode haver aumento de até 150% da viscosidade e desgaste das peças de até 60µm. Após a realização do teste, com a adição do B12 Sintético em lubrificante sintético SAE 5W-30 API SN, os resultados mostraram que não houve alteração da viscosidade e que o desgaste ficou na casa dos 12,1µm. Ele foi avaliado na proporção indicada pela Bardahl, de 4% a 10% da capacidade do cárter.

É importante destacar que o produto não foi desenvolvido para veículos novos ou antigos, mas sim para óleo sintético – e não é só carro novo que usa óleo sintético. Por exemplo: um veículo ano 2003 que utiliza óleo sintético, independentemente da quilometragem, vai poder usar o novo B12 Sintético, com o benefício de limpar este motor que não é mais novo.