Audi apresenta seu segundo carro-conceito; saiba mais

Audi
O Audi Grandsphere é um sedã de luxo que traz diversas vantagens. Muitas delas ao nível 4 de condução autônoma. (Foto: Divulgação/Audi)

A Audi continua mostrando como será o futuro da mobilidade de luxo. Depois de mostrar o protótipo esportivo Skysphere, chegou a vez de apresentar o sedã Grandsphere Concept. Dentre seus principais atributos, destacam-se a sensação de estar em um avião de primeira classe e o nível 4 de condução autônoma.

Audi
Foto: Divulgação/Audi

Audi apresenta seu segundo carro-conceito; saiba mais

Ele será apresentado durante o IAA 2021. Também conhecido como Salão do Automóvel de Munique. O evento irá acontecer entre os dias 7 e 12 de setembro. Este é o segundo carro da linha “sphere”. Como foi dito acima, a montadora alemã já apresentou um dos carros da gama. Só ficará restando saber os detalhes do Urbansphere.

O Audi Grandsphere traz consigo algumas revoluções no design e na experiência de se ter um interior de primeira linha. Segundo a montadora de Ingolstadt, apesar de ser um sedã, a primeira impressão ao vê-lo pela primeira vez é de que o mesmo parece um GT de quatro portas.

Foto: Divulgação/Audi
Audi
Foto: Divulgação/Audi

Ele mede 5,35 m de comprimento, 2 m de largura e 1,39 m de altura. Sua grade dianteira segue com conceito Singleframe. No entanto, o tamanho dela foi diminuído e passou a ter formato de um hexágono plano. Um visual mais inovador e moderno. Sem falar que é diferente dos modelos atuais da marca.

O conjunto óptico é formado por faróis de LED na frente e lanternas de LED na traseira. Já as rodas de 23 polegadas fazem lembrar o Audi Avus (bastante conhecido na década de 1990.

Interior de primeira classe

Audi
Foto: Divulgação/Audi

O ponto forte de muitos carros autônomos é justamente o lado interno. Isso porque as marcas procuram transformar a experiência dos passageiros. E o interior é certamente o principal atributo do Audi Grandsphere. A começar pelo fato do entre-eixos medir 3,19 m.

As novidades aparecem antes de entra nele. O carro abre suas portas e acende as luzes ambiente automaticamente. Durante o caminho, é possível fazer com que volante e os pedais sejam recolhidos. Ou seja, ficar mais parecido com um lounge. Tudo isso só é possível por conta do nível 4 de condução autônoma.

Leia mais: Carros autônomos: revoluções tecnológicas para a próxima década

Foto: Divulgação/Audi

O conforto dos passageiros também foi pensado. Ele traz bancos que podem ser ajeitados das mais diversas formas. Destaque também para o controle de temperatura, as saídas de ar filtrado e o cooler – localizado entre os bancos dianteiros. O segundo item pode liberar fragrâncias.

A parte da conectividade fica por conta do sistema multimídia MMI touchless response. Você pode controlá-lo por meio de comandos de voz, gestos, toque, leitura ocular e, até mesmo, manuscrita.

Foto: Divulgação/Audi

Outra funcionalidade interessante é a existência de superfícies de toque invisíveis. Ele funciona quando um indicador ótico mostrar a posição. Óculos de realidade aumentada também estarão disponíveis.

Além disso, o carro permite que você possa participar de videoconferências e aproveitar conteúdo de infotainment. Mais uma vantagem do sistema de condução autõnoma. Nele as superfícies de projeção são usadas como telas CinemaScope.

Audi Grandsphere: Nível 4 de condução autônoma

Foto: Divulgação/Audi

Este mais um veículo voltado para o futuro da mobilidade. Não é a toa que ele traz o nível 4 de direção autônoma. Este é um dos grandes atributos do Audi Grandsphere e. Aqui, o carro consegue realizar algumas atividades sozinho.

A expectativa é que ela seja introduzida na segunda metade da década. Para isso, a Audi trabalha junto com a CARIAD. As tecnologias e o visual também poderão estar presentes em outros modelos.

Conjunto mecânico

Foto: Divulgação/Audi

Além de extremamente inovador, o Audi Grandsphere também se destaca por conta do seu desempenho. Ele conta com dois motores elétricos (localizados em cada eixo). Com eles, a  potência máxima é de 720 cv e torque de 960 Nm. O conjunto ainda conta com tração integral Quattro.

Ele poderá atingir os 100 km/h em menos de 4 segundos. Isso é o que a montadora diz. Já o modulo de bateria está instalado entre os eixos. Sua capacidade é de 120 kWH e autonomia de 750 Km.

O tempo para recarregar este modulo de bateria é muito bom. De acordo com a Audi, apenas dez minutos são suficientes para recuperar 300 quilômetros de alcance. Agora, em 25 minutos, é possível carregá-lo de 5% a 80%. Tudo isso graças a tecnologia de carregamento de 800 volts.

 

Pedro Giordan
Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde abril de 2021. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar