Assinar ou financiar? Dicas para escolher a melhor forma de ter o seu carro 

comprar carro
(Foto: Freepik)
publicidade

Escolher e comprar um carro tende a ser uma tarefa complexa. Além de estar atento aos diversos modelos e especificações, ainda é preciso entender o que cabe no orçamento e qual é a melhor opção financeira para se obter o veículo: por financiamento ou assinatura? Ajudamos você a decidir!

Desconto no IPVA 2022 pode chegar a 36% no Amazonas
(Foto: Freepik)
publicidade

Comprar carro por financiamento ou assinar?

“O carro deixou há muito tempo de ser apenas um item de conforto. Ele se tornou uma ferramenta essencial para que as pessoas consigam cumprir todas as suas tarefas”, analisa David Pereira, superintendente do Carro Fácil da Porto Seguro. 

A empresa lançou, nesta terça-feira (17), um simulador que compara as duas modalidades de contratação, considerando as principais despesas envolvidas em cada uma delas.

VEJA TAMBÉM

Com a realidade de juros em alta, na modalidade de compra por financiamento, o sistema de carros por assinatura vem se tornando um caminho mais convidativo e o novo simulador da companhia pode auxiliar nas contas.

publicidade

Por meio do simulador, é possível analisar os valores atrelados ao financiamento de um carro, e compará-los com os custos do carro por assinatura. A ferramenta está disponível no site do Carro Fácil.

Seu carro desvalorizou na hora da avaliação? Entenda o porquê!
(Imagem Ilustrativa)
publicidade

Fatores a considerar na escolha do carro e da forma de aquisição

David Pereira oferece quatro dicas que podem auxiliar na escolha do carro ideal.

1- Leve em conta a sua necessidade e rotina

Listar as características dos carros, se empolgar com os detalhes de seu design e as funções tecnológicas extras e analisar o orçamento ainda não é o bastante para escolher o veículo ideal. É necessário ainda que se tenha em mente uma questão essencial: “o que eu realmente preciso em um carro para atender a minha rotina?”

Refletir sobre o próprio estilo de vida, número de pessoas na família, se mora na cidade ou no interior e qual seria a principal função do veículo – como ir ao trabalho ou viajar – podem ser fatores que direcionam a decisão para modelos específicos, ressalta o executivo.

publicidade

2- Faça um test drive

Tão importante quanto pesquisar e se planejar é testar o produto que se está adquirindo. Por isso é importante fazer o teste antes de tomar a decisão. Para facilitar a avaliação, faça um checklist com os modelos, colocando aquilo que julga importante, e atribua notas. No final, a quantidade de pontos pode determinar a melhor opção de compra.

“De nada adianta encontrar o modelo perfeito na teoria, mas que não é um carro realmente adequado para a sua rotina, oferecendo segurança, economia, conforto e boa dirigibilidade”, afirma Pereira. “O test drive é capaz de sanar todas essas dúvidas e tornar a escolha mais segura, com menos chances de arrependimento.”

3- Examine o seu orçamento

Supondo que você já tenha ideia de qual modelo combina mais com o seu perfil, e que você já esteja entrando na fase de compra, é essencial saber se esse carro realmente cabe no seu orçamento. Tenha em mente que, junto com o carro próprio, vem uma série de despesas – como impostos, seguros e manutenção.

publicidade

Analisar a forma de pagamento é tão importante quanto pensar no veículo em si. É preciso pensar em longo prazo, sem se esquecer dos custos extras e da depreciação do carro, além das parcelas e valor de entrada. “Tudo isso é fundamental para que as coisas não fujam do controle”, acrescenta o especialista.

promoções Black Friday dicas para não errar
(Imagem Ilustrativa)

Veja também: Saiba como funciona a assinatura de carros

publicidade

4- Analise as formas de pagamento

Seja um carro zero quilômetro, um seminovo ou um usado, adquirir um novo automóvel não significa só escolher um modelo. É necessário optar pela forma de pagamento. Pereira explica que quem não consegue comprar um carro à vista precisa escolher entre o financiamento e o leasing, mas o valor final, por conta dos juros, pode surpreender e até inviabilizar o negócio.

Nesse contexto, o carro por assinatura pode ser uma boa alternativa. “Esse modelo de negócio vem crescendo a cada ano e se tornando uma das opções mais inteligentes para ter um carro novo à disposição, facilitando a troca após um ou dois anos por um modelo mais recente”, aponta Pereira. 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

O superintendente do Carro Fácil ressalta que nos planos de carro por assinatura alguns custos que teriam de ser pagos no caso da compra do veículo – tais como IPVA, documentação, seguro, manutenção e serviços de guincho, por exemplo – já estão embutidos na mensalidade.

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

publicidade

 

Paulo Silveira
Paulo SilveiraJornalista com 20 anos de experiência profissional como repórter nas principais redações de jornais do Brasil, como Gazeta Mercantil, Folha SP, Estadão e Jornal do Brasil e em cargos de coordenação, edição e direção. Formado em Jornalismo pela Caśper Líbero.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar