10 carros com o IPVA mais caro do Brasil em 2021

carros com o IPVA mais caro do Brasil em 2021
Lamborghini Huracan S 2017:: um dos IPVA's mais caros do Brasil em 2021. Foto: reprodução

Mesmo com as datas para o pagamento do imposto de 2021, vale saber, por exemplo, quais são os carros com o IPVA mais caro do Brasil em 2021. Assim, como a tendência é que este cenário não mude muito em 2022, confira quais são os automóveis com o imposto mais alto!

Lamborghini Huracan, IPVA de R$ 70.405,54. Foto: Divulgação

“Top 10”: Carros com o IPVA mais caro do país em 2021

1 – Lamborghini Huracan S

Ano: 2017

Valor venal: R$ 2.605.451,00.

IPVA: R$ 91.190,78.

2 – Ferrari 488 GTB

Ano: 2019

Valor venal: R$ 2.106.903,00.

IPVA: R$ 73.741,60.

Ferrari 488 GTB 2019. Foto: Auto Esporte

3 – Lamborghini Huracan

Ano: 2017

Valor venal: R$ 2.011.587,00.

IPVA: R$ 70.405,54.

4 – Lamborghini Urus

Ano: 2018

Valor venal: R$ 1.954.752,00.

IPVA: R$ 68.416,32.

10 carros com o IPVA mais caro do Brasil em 2021
Lamborghini Urus 2018. Foto: Pinterest

Aproveite e veja também: carros que não pagam IPVA no Brasil!

IPVA mais caros do Brasil em 2021

5 – Ferrari Portofino

Ano: 2019

Valor venal: R$ 1.854.510,00.

IPVA: R$ 64.907,85.

10 carros com o IPVA mais caro do Brasil em 2021
Ferrari Portofino 2019. Foto: reprodução

6 e 7 – Ferrari 458 Speciale

Ano: 2014

Valor venal: R$ 1.753.864,00.

IPVA: R$ 61.385,24.

IPVA mais caro do Brasil: Top 10

8 – Ferrari 488 GTB

Ano: 2015.

Valor venal: R$ 1.740.099,00.

IPVA: R$ 60.903,46.

9 – Ferrari FF

Ano: 2011

Valor venal: R$ 1.702.605,00.

IPVA: R$ 59.591,17.

Ferrari FF 2011. Foto: divulgação

10 – McLaren 570S Coupê

Ano: 2019.

Valor venal: R$ 1.655.012,00.

IPVA: 58.275,42.

Obs: vale ressaltar que o “Top 10” pode sofrer variações de acordo com o estado.

IPVA atrasado? Saiba como regularizar!

Aproveitando, a seguir, você confere um passo a passo para facilitar o pagamento do IPVA em atraso. Ressaltando que é possível, também, optar por parcelar o que está em aberto. Veja:

  1. Passo: acesse o sita da Secretaria da Fazenda do seu estado. Tenha em mãos a placa do seu veículo e do RENAVAM.
  2. Passo: vá no link para emitir a guia de pagamento. Neste caso, o documento para pagar IPVA em atraso se chama “Guia para Regularização de Débitos (GRD)“. De forma automática, o boleto do imposto acompanha a multa, juros e demais encargos do atraso.
  3. Passo: aqui, você tem a opção de pagar de forma integral o imposto em atraso. Ou, então, parcelar o IPVA – que incide em encargos, mas é uma alternativa de regularizar imposto, mesmo estando “sinal vermelho”.
  4. Passo: por fim, faça o pagamento do boleto da forma que preferir, ou seja, com o documento em agências bancárias ou casas lotéricas ou com o código de barras, pela internet.
Foto: DETRAN – SP

 

Erica Franco
Erica FrancoJornalista por formação, com mais de 15 anos de experiência em redação em geral. Passagens pelo caderno Máquina e Moto Máquina do jornal Agora São Paulo, Folha online, Jovem Pan, Uol, Mil Milhas, Revista e site Consumidor Moderno, Portal No Varejo, entre outros.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar