Tags

Serviços

Conheça os principais autódromos brasileiros

Créditos: Foto: CaterhamF1 via VisualHunt / CC BY-NC-ND
8 setembro, 2017
Maria Beatriz Vaccari

Os esportes automobilísticos são a paixão de muitos brasileiros. Por conta disso, o País conta com uma série de autódromos para realizar etapas de campeonatos internacionais, nacionais e estaduais. Alguns, como o Autódromo José Carlos Pace (Interlagos), em São Paulo, acabaram ganhando mais destaque e fama graças à realização de corridas importantes como a Fórmula 1. Conheça um pouco mais das principais pistas do Brasil:

1. Autódromo Internacional Nelson Piquet

Localizado em Brasília, no Distrito Federal, o Autódromo Internacional Nelson Piquet tem sete curvas e uma extensão de 5.476 metros, sendo que a reta mais comprida tem 750 metros. A inauguração foi em 1974 com uma prova de Fórmula 1 extra campeonato, na qual o vencedor foi o brasileiro Emerson Fittipaldi, na época piloto da McLaren. Atualmente, o circuito recebe provas de Fórmula Truck, Stock Car e Fórmula 3, entre outras.

Foto: José Cordeiro/ SPTuris/Divulgação
222031_400592_kartodromo_ayrton_senna_030414_foto_josecordeiro_0145
Autódromo de Interlagos, em São Paulo, foi inaugurado em maio de 1940 

2. Autódromo José Carlos Pace (Autódromo de Interlagos)

Mais conhecido como Autódromo de Interlagos, o Autódromo José Carlos Pace, em São Paulo, é um dos principais da América Latina. Inaugurado em maio de 1940, ele tem 11 curvas ao longo de 4.309 metros de extensão – há 75 anos, tinha 7.960 metros; em 1979 passou para 7.873 metros; em 1990 para 4.325 metros e, em 2000, para 4.309 metros. Além de ser palco do Grande Prêmio de Fórmula 1, o local recebe outros campeonatos como Fórmula 3, Stock Car, Fórmula Truck e provas de motovelocidade.

3. Autódromo Internacional Ayrton Senna (Caruaru)

Localizado no município de Caruaru, em Pernambuco, o Autódromo Internacional Ayrton Senna conta com 3.180 metros de extensão. Infelizmente, a pista fundada em 1992 nunca passou por uma reforma, e está em condições bem ruins e com buracos e irregularidades no asfalto. Por causa disso, o local recebe apenas competições nacionais de caminhões. Existem projetos para atualizar o trajeto, entretanto, eles são caros e ainda não saíram do papel.

4. Autódromo Internacional Ayrton Senna (Londrina)

A cidade de Londrina, no Paraná, também conta com um Autódromo chamado Ayrton Senna. Inaugurada em 1992, a pista tem 3.146 metros de extensão e uma série de curvas grandes. Lá são realizadas provas de modalidades como Stock Car, Fórmula 3 e Fórmula Ford.

Foto: Wikimedia/Will Pittenger
1024px-Autódromo_Internacional_de_Cascavel_(Brazil)_track_map.svg
Autódromo Zilmar Beux tem 3.058 metros de extensão e sete curvas

5. Autódromo Zilmar Beux

O Autódromo Zilmar Beux, também conhecido como Autódromo Internacional de Cascavel, fica no município de Cascavel, no Paraná. No total, são 3.058 metros de pista e sete curvas. O local passou por reformas para restruturação e modernização e foi reinaugurado em 2012. Ele já foi palco de eventos como Fórmula Truck, Stock Car, Moto 1000 GP e F3 Sul-Americana.

6. Autódromo Internacional de Curitiba

Localizado em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná, o Autódromo Internacional de Curitiba deve funcionar apenas até junho deste ano. A propriedade foi vendida para um empreendimento imobiliário, e receberá construções residenciais e comerciais. Entretanto, a previsão é de que o percurso (de 3.695 metros de extensão com circuito oval de 2.550 metros) fique disponível para a realização de eventos especiais.

7. Autódromo Internacional de Goiânia

O Autódromo Internacional de Goiânia, em Goiás, tem pista de 3.820 metros e uma longa reta de mil metros. Fundado em 1974 com o nome de Autódromo Internacional Ayrton Senna, ele passou por uma reformulação em 2012 e foi transformado em um complexo multiesportivo. A reinauguração aconteceu em 2014, e deixou o circuito mais moderno e seguro.

Foto: Carsten Horst/hyset.com.br (19/04/2015)
ch_Pirelli_porsche05
Porsche GT3 Challenge é uma das competições realizadas no Autódromo Velo Città, em Mogui Guaçu (SP) 

13. Autódromo Velo Città

Um dos trajetos mais requisitados do momento, o Autódromo de Velo Città fica em Mogi Guaçu, no interior de São Paulo, e é o “caçula” do País – iniciou as atividades de 2012. No total, a pista conta com 3.430 metros de extensão e 14 curvas, palco de eventos como Mitsubishi Lacer Cup e Porsche GT3 Challenge.

8. Autódromo Internacional Virgílio Távora

Com 3.000 metros de extensão e sete curvas, o Autódromo Internacional Virgílio Távora foi inaugurado em 1969 na cidade de Eusébio, no Ceará. O local recebe eventos como Fórmula 3, Fórmula Truck, Stock Car, Fórmula Ford e Grande Prêmio Ministro Mário Andreazza.

9. Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul

O Autódromo Internacional da cidade de Santa Cruz do Sol, no Rio Grande do Sul, foi inaugurado em 2005. O percurso se estende ao longo de 3.533 metros, sete curvas à direita e sete à esquerda, e já sediou corridas de Fórmula Truck, Stock Car, Fórmula 3, GT3, Arrancadas e Moto Velocidade.

Foto: Fotos Públicas/Rafael Gagliano/Hyset (07/11/15)
Viamão- RS- Brasil- 06/11/2015- treinos livres da 11ª e penúltima etapa da Stock Car, aqui no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão (RS), próximo a capital gaúcha Porto Alegre (RS). Dependendo dos resultados desta etapa, o líder do campeonato, Marcos Gomes (80), da Voxx Racing Team, pode se sagrar campeão antecipadamente. Até o momento, nove pilotos ainda possuem chances matemáticas de conquistar o título. Nos treinos livres de ontem, Thiago Camilo (21), da Ipiranga-RCM, foi o mais rápido na primeira sessão, dentre os 33 pilotos inscritos, com o tempo de 1min09s060. Gomes ficou em 22º (1min10s250). No treino livre de hoje, Átila Abreu (51), da AMG Motorsport, foi o melhor, com o tempo de 1min09s055. O líder Gomes ficou em 5º (1min09s197). A programação da Stock Car, neste sábado segue com a classificação às 11h30 (horário local), com transmissão ao vivo do Sportv. A rodada dupla, válida pela décima etapa do campeonato terá a primeira com largada prevista para 12h30 e a segunda marcada para 14h15. Foto: Rafael Gagliano/ Hyset
Autódromo Internacional de Tarumã, no Rio Grande do Sul, recebe etapa da Stock Car

10. Autódromo Internacional de Tarumã

Com 3.039 metros de extensão e nove curvas de alta, média e baixa velocidade, o Autódromo Internacional de Tarumã é uma propriedade privada localizada em Viamão, na grande Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A pista promove eventos como Racha Tarumã, Campeonato Gaúcho de Velocidade, 12 Horas de Tarumã, Desafio 250 e está prevista para sediar uma etapa da Stock Car em junho deste ano.

11. Autódromo Internacional de Guaporé

Inaugurado em 1969, o Autódromo Internacional de Guapopé, também no Rio Grande do Sul, recebe provas internacionais, nacionais, estaduais e regionais. A pista tem 3.080 km de extensão e uma combinação de nove curvas. Inicialmente, o circuito era municipal, mas se tornou internacional quando realizou a 10ª Etapa do Campeonato Sul Americano de Fórmula 3, em 1985.

12. Autódromo Velopark

Também no Rio Grande do Sul, na cidade de Santa Rita, o Autódromo Velopark foi inaugurado em 2010. A pista com comprimento de 2.278 metros é um dos palcos da Stock Car, e tem uma série de pontos ideais para a realização de ultrapassagens. O complexo também conta com pistas de kart e recebe diversas competições da modalidade.

 

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.