VW Polo 1.6 ou Fiat Argo 1.3? Qual modelo vale mais a compra?

Apesar de não serem as versões mais baratas, VW Polo 1.6 e Argo 1.3 possuem atributos bastante interessantes, como o baixo consumo (Foto: Divulgação/Fiat Brasil)

Com um volume de vendas muito bom, VW Polo e Fiat Argo são os principais veículos de suas marcas. Eles também brigam na concorrida categoria dos hatches compactos. Hoje, veremos qual modelo vale mais a compra: o Argo 1.3 Drive ou o Polo 1.6 MSI?

VW Polo 1.6 ou Fiat Argo 1.3? Qual modelo vale mais a compra?

E essa não será a primeira vez que veremos os dois por aqui. Anteriormente, a equipe do Garagem360 colocou frente à frente o Argo 1.8 HGT e o Polo 1.0 TSI Highline. Desta vez, pegamos duas versões que não são as mais baratas, mas mesmo assim tem preços interessantes.

Foto: Divulgação/Volkswagen

Apesar de não serem completamente diferentes, a missão não será tão fácil, visto que os dois possuem bastante pontos positivos e negativos.

Estamos diante de dois carros que possuem um bom volume de venda. Em suas respectivas linhas, Fiat Argo Drive 1.3 e VW Polo 1.4 MSI estão posicionados acima da versão de entrada. Enquanto o italiano está custando a partir de R$ 67. 790, o carro alemão tem preços a partir de R$ 77.120.

Foto: Divulgação/Volkswagen
(Foto: Divulgação/Fiat Brasil)

Ambos possuem um porta-malas com capacidade para 300 litros. Porém, as diferenças param por aqui. Tanto Argo, quanto Polo possuem bastante diferenças. Principalmente quando falamos nas dimensões e nos motores. O primeiro, por exemplo, é mais alto (1.501 mm contra 1.468 mm). Por outro lado, o segundo vence no comprimento (4.057 mm contra 3.998 mm) e na largura (1.751 mm contra 1.724 mm).

Motorização

Nas configurações Drive e Treeking, o Argo traz sob o capô o motor Firely 1.3 Flex, que tem potência máxima de 109 cv a 6.250 rpm. O torque é de 14,2 kgfm a 3.500 rpm. De acordo com a marca, ele vai de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos (etanol) e sua velocidade máxima é de 184 km/h.

Enquanto isso, o propulsor 1.6 MSI é exclusivo desta versão do Polo. Ele pode gerar uma potência máxima de 117 cv a 5.750 rpm e 16,5 kgfm de torque a 4.000 giros. Com ele, o carro pode atingir a velocidade máxima de 193 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 9,6 segundos. Esses números são do modelo com o câmbio automático de cinco velocidades.

Consumo

Com a alta dos preços dos combustíveis cada vez presentes na vida dos brasileiros, os carros que bebem menos serão cada vez mais os protagonistas. E neste comparativo temos duas boas opções. Segundo os dados do Inmetro, o Argo tem os melhores números. Ele pode fazer 12,9 km/l (gasolina) e 9,2 km/l na cidade. Já no perímetro rodoviário, ele consume 14,3 km/l (gasolina) e 10,2 (etanol).

Mas o Polo não fica muito atrás não. O carro da Volkswagen faz: 11 km/l (gasolina) e 7,9 km/l (etanol) em trechos urbanos; 13,8 km/l (gasolina) e 9,6 km/l (etanol).

Equipamentos de série

Do mesmo modo que ambos os carros são bastante econômicos, o pacote de equipamentos de série oferecido é bastante justo.

Na linha 2022, o Fiat Argo Drive recebeu algumas mudanças no visual. Ele vem de série com ar condicionado, alarme antifurto,  central multimídia UCONNECT de sete polegadas, banco do motorista,  controle eletrônico da aceleração (Drive By Wire), sistema follow me home, sistema de partida a frio sem tanque auxiliar, airbag duplo, volante com regulagem de altura, freios ABS com EBD, sensor de estacionamento e sistema de monitoramento de pneus, chave canivete, computador de bordo, direção elétrica progressiva, quadro de instrumentos multifuncional, travas e vidros elétricos e volante multifuncional.

(Foto: Divulgação/Fiat Brasil)

Dentre todos os opcionais disponíveis, o pacote S-Design é um dos mais interessantes. Custando R$ 3.900 a mais, ele adiciona um visual esportivo ao veículo.

Já o Volkswagen Polo 1.6 MSI não trouxe grandes novidades. Entretanto, vem de série com alguns itens interessantes: quatro airbags, ar-condicionado, sistema keyless, banco do motorista com ajuste de altura, assistente para partida em aclive, computador de bordo com display multifuncional, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, iluminação interna, rodas de aço 15″, pneus 185/65 R15, central multimídia touchscreen “Composition Touch”, travas e vidros elétricos e volante multifuncional.

Foto: Divulgação/Volkswagen

Ao contrário do modelo fabricado em Betim-MG, o automóvel da montadora alemã oferece um cãmbio automático de seis velocidades, que custa R$ 1.060 a mais. Já o sensor de estacionamento e as rodas de liga leve de 15″ Design Vipe custam R$ 3.120 (Pacote Interatividade).

Conclusão

Assim sendo, os dois carros podem satisfazer seus consumidores. Entretanto, custando pouco mais de R$ 70 mil, o Argo 1.3 Drive possui um custo-benefício melhor. Ele é mais barato, mais econômico e traz uma boa lista de equipamentos.

 

O que você achou? Siga @sitegaragem360 no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui

Pedro Giordan
Pedro GiordanJornalista graduado pela Universidade Metodista de São Paulo em 2017. Redator do Garagem360 desde 2021, onde acumula desde então experiência e pesquisas sobre o setor automotivo. Anteriormente, trabalhou em redação jornalística, assessoria de imprensa, blog sobre futebol e site especializado em esportes.
ASSISTA AGORA
×

Mais veloz que esses carros? Apenas as notícias que traremos até você!

Cadastre-se na nossa newsletter e além de ficar por dentro de todos lançamentos, você também será o primeiro a ser notificado dos nossos testes e outras noticias incríveis por e-mail!
Veja mais ›
Fechar