VW Amarok 2015 traz novos equipamentos

Notícias 30 de março de 2015 Da Redação, com assessoria 0

A picape da marca alemã, nas versões Highline e Trendline, agora conta com faróis de neblina com luz estática para conversão

[media-credit name=”Divulgação” align=”aligncenter” width=”300″]Amarok[/media-credit]

A Volkswagen Amarok chega à linha 2015 com novos recursos. Entre eles estão os faróis de neblina com luz estática para conversão (cornering light), recurso que amplia a área iluminada em curvas feitas em velocidade igual ou inferior a 40 km/h. Dessa forma, sempre que os faróis estiverem ligados (fachos alto ou baixo) e a seta for acionada ou o motorista girar o volante, o farol de neblina do lado correspondente ao que o veículo estiver virando é acionado automaticamente. As configurações Highline e Trendline 2015 contam com essa tecnologia de série.

A versão topo de linha Highline, que também conta com tração permanente 4MOTION e transmissão automática de oito velocidades, ainda pode ser equipada com faróis bixenônio com luzes de condução diurna em LED. Outras novidades são: regulagem elétrica do facho dos faróis, grade dianteira em preto brilhante com filetes duplos cromados e, como opcional, novas rodas de liga leve de 19 polegadas.

Mais um item de conforto e conveniência da picape da Volkswagen é a câmera traseira de estacionamento, recurso que facilita o motorista durante manobras de estacionamento. Essa tecnologia está disponível para a Amarok Highline em conjunto com os sensores de estacionamento dianteiro e traseiro. A linha 2015 passa a contar também com ajuste lombar para os assentos dianteiros, sempre que a picape for equipada com airbags laterais.

Nas demais configurações (Trendline, SE e S), controle eletrônico de estabilidade (ESC), assistente de partida em subida (HSA), controle automático de descida (HDC) e lanterna traseira de neblina agora são itens de série.

Gama de versões

Com a chegada da série especial Dark Label, prevista para abril, a Amarok será oferecida em sete opções de configuração, entre carroceria cabine simples e cabine dupla, tração 4×4 selecionável ou permanente, transmissão manual de seis marchas ou automática de oito marchas.

Na versão S da picape – oferecida em configurações de cabine simples (com tração 4×4) e de cabine dupla (tração 4×4) – o motor TDI conta com um turbocompressor e tem potência de 140 cv, que surgem a 3.500 rpm. O torque é de 34,7 kgfm, disponível a partir de 1.600 rpm.

Nas versões SE, Trendline, Dark Label e Highline, o motor TDI tem dois turbos, o que eleva sua potência para 180 cv. O torque máximo é de 40,8 kgfm a 1.500 rpm, com o câmbio manual de seis marchas. Com o câmbio automático de oito marchas (recurso opcional para a versão Trendline e de série nas configurações Dark Label e  Highline), o torque máximo é de 42,8 kgfm a 1.750 rpm.

Nenhum comentário até agora.

Seja o primeiro a comentar.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *