Tags

Notícias

Vistoria da Dekra reprovou 20% dos carros em 2014

26 março, 2015
Da Redação, com assessoria

Grande parte das irregularidades se refere a anormalidades na pintura, na identificação ou na estrutura

[media-credit name=”Divulgação” align=”aligncenter” width=”300″]Dekra[/media-credit]

A vistoria de procedência, que fornece o histórico e a avaliação física completa dos veículos usados, reprovou 20% dos modelos avaliados em 2014. Os dados são da Dekra, empresa de inspeção veicular. No levantamento realizado pela companhia no ano passado, junto à particulares, lojas e concessionárias, 65% das irregularidades se referem a anormalidades na pintura, na identificação ou na estrutura do automóvel.

Também aparecem no ranking de restrições, problemas com o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), com indício de falsificação, além de chassi danificado ou com numeração adulterada.

De acordo com a Dekra, o total de prejuízos evitados a compradores chegou a R$ 240 milhões em um ano. A empresa avalia que a cada R$ 1 investido em vistorias, são evitados R$ 51,24 em riscos para quem contrata seus serviços.

Como funciona

O Dekra Garantido, ou Vistoria de Procedência, consiste na avaliação de mais de 150 itens do veículo, identificando eventuais alterações nas características originais e comparando com as mais de 40 informações históricas fornecidas pela Checkauto, especializada em consultas sobre o histórico dos automóveis.

Na avaliação de pintura são verificadas as partes móveis, como para-lama, capôs e portas. “São examinadas as camadas da pintura e a existência de massas plásticas. Um carro repintado em mais de 50% é considerado não conforme, pois é um dos indícios de que sofreu acidente de grande impacto”, explica Fernando Masetti, gerente de Varejo da empresa.

Com relação à estrutura, são vistoriadas as partes rígidas do automóvel, como longarina, coluna e teto. “Reparos nessas regiões representam perigo, pois são danos que interferem diretamente na segurança dos ocupantes”, complementa o executivo.

E ele acrescenta: “Para os aprovados, a Dekra emite um certificado, com validade de três anos, que garante indenização  no caso do veículo apresentar roubo ou furto em aberto, anterior à data da certificação”, finaliza.

 

Newsletter

Receba com exclusividade nossos conteúdos e o e-book com dicas para cuidar melhor de seu veículo.