Vendas de carros elétricos faz mobilidade elétrica crescer 53% no Brasil

venda de carros elétricos
Foto: Ponto on

De acordo com dados levantados durante a série temática feita pela Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica com a Coneecr Smart Cities & Mobility, as vendas de carros elétricos cresceram 53% de 2019 para 2020. Dessa forma, obviamente, a mobilidade elétrica segue outros rumos no Brasil. Entenda!

Mobilidade elétrica cresce 53% no Brasil. Foto: Mobilidade SP

Série debate sobre mobilidade elétrica, frente ao aumento das vendas de carros elétricos no Brasil

Durante série, que aconteceu de 01 a 05 de agosto, especialista também falaram sobre os  motivos do aumento significativo na venda de carros elétricos. Conforme os participante, os consumidores estão, cada vez mais, buscando não apenas um carro, mas forma de participar do processo de um ecossistema sustentável.

Veículos Leves e Levíssimos

Por exemplo, outro ponto abordado foram os veículos leves e levíssimos. De acordo com Marcus Regis, coordenador-executivo da PNME,  a mobilidade elétrica está diretamente relacionada com as questões climáticas, a segurança econômica e o desenvolvimento da economia.

Já Denis Lopardo, CEO da Bdoo Smart Mobility, afirmou que a transição da mobilidade vai além do meio de transporte, e é ditada muito mais pelo comportamento das pessoas.

Além disso, os participantes analisaram como é possível coordenar todos os esforços em prol da mobilidade elétrica no Brasil. João Oliveira, diretor geral de operações da Volvo Car Brasil, disse que é fundamental haver parcerias com as associações. Além de políticas públicas que incentivem a importação desses veículos, para que haja a transição no país.

Foto: Evs

Vendas de carros elétricos entre Veículos Leves e Pesados

De acordo com Victor Magnani, presidente da ABO2O (Associação Brasileira Online Two Offline), a iniciativa privada não vai conseguir fazer a transformação sem que o poder público crie condições para isso. Enquanto isso, Adalberto Febeliano, vice-presidente de operações da Modern Logistics, afirmou que o crescimento na venda de carros elétricos tem sido exponencial. Assim, segundo ele, a expectativa é que, até 2030, a frota de elétricos no Brasil fique entre 3% a 10%.

“A principal força motriz por trás desta mudança será o custo operacional que deve ser equilibrado com o custo adicional”, disse Febeliano.

Serviços de entregas

Outro participante desta série foi Nelson Carvalho, gestor de negócios da Carbono Zero, uma empresa de logística sustentável que substitui motoboys por ciclistas, scooters elétricas e fiorinos por furgões elétricos. “Em cada entrega que o cliente pede, ele sabe quanto de carbono ele deixou de emitir para o planeta”, comentou Carvalho.

Já Luís Carlos Magalhães, CEO da KWFleet, a primeira empresa do país a locar veículos 100% elétricos, aponta que a questão principal é educar o cliente. De acordo com Magalhães, hoje há 3 mil veículos no Brasil 100% elétricos, mais do que o dobro do ano passado.

Veículos elétricos estão sendo usados na logística de muitas empresas para que o produto chegue ao seu destino final. “O importante é mostrar que o custo de entrega compensa o valor pago pelo veículo. Outra vantagem é ser um veículo totalmente sem ruído, o que permite uma entrega na madrugada. Montadoras globais estão colocando divisões só para veículos elétricos, uma vez que eles fornecem previsibilidade orçamentária”, comentou Magalhães.

Foto: CLDF
Investidores Imobiliários e o Mercado de Mobilidade Elétrica no Brasil

Por fim, Willian Rigon, diretor da Urban Systems, relatou que o maior impacto da mobilidade elétrica é em relação ao meio ambiente. A mobilidade elétrica deve ser entendida de forma integrada, para Rigon. Lourenço Gimenes, sócio-fundador da FGMF Arquitetos, disse que uma questão é olhar a tecnologia sempre com bons olhos, mas também com alguma desconfiança em relação aos desafios.

“As oportunidades que se colocam a partir dessas mudanças de comportamento e tecnologia não são exatamente as que a gente imagina e tende a achar de uma forma simplificada. A mudança cultural é que vai nos levar a novas formas de consumo, a novas demandas e a novas formas de lidar com a realidade”, afirmou Gimenes.

Assista aos vídeos
É possível assistir aos vídeos dos debates aqui, no canal oficial da série!t

Erica Franco
Erica FrancoJornalista por formação com mais de 15 anos de experiência em redação geral e automobilística. Passagens pelo caderno "Máquina e Moto" do Jornal Agora São Paulo, Folha online, Jovem Pan, Uol, Mil Milhas, Revista Consumidor Moderno, Portal No Varejo, entre outros. Atualmente dedica-se a função de editora do portal Garagem 360, apurando notícias do universo automotivo e garantindo o padrão de qualidade dos conteúdos veiculados.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar