Tags

Notícias

Veja como cuidar corretamente da direção hidráulica de seu veículo

Créditos: Divulgação
19 outubro, 2020
Da Redação, com assessoria

Embora tenha sido lançada comercialmente no ano de 1951, a direção hidráulica ganhou popularidade no Brasil apenas nas últimas duas décadas. Deixou de ser coisa de carro de luxo para marcar presença na grande maioria dos automóveis, inclusive nos chamados populares.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

Também chamada de direção assistida, a direção hidráulica tem como principal característica minimizar o esforço do motorista durante as manobras. Simples e eficiente, não requer maiores cuidados no dia a dia, mas é preciso saber usar para evitar problemas. Maus hábitos ao dirigir, como esterçar as rodas repetidamente com o carro parado, forçando a direção ao limite, podem comprometer o bom funcionamento do sistema.

Cuidados com a direção hidráulica

Atenção à bomba hidráulica 

Um dos principais componentes desse sistema é a bomba hidráulica. Projetada para movimentar o fluido – óleo – por tubulações de alta e baixa pressão até a válvula rotativa, ela é responsável por produzir a energia que exerce a maior parte do esforço necessário para esterçar as rodas. Desta forma, é preciso ficar atento com eventuais vazamentos, que é um dos defeitos mais comuns.

Seja por problema de fabricação, por desgaste natural ou por mau uso por parte do proprietário, a direção hidráulica não está imune de falhas. Por isso, é preciso verificar sempre o nível do reservatório de óleo. Se estiver abaixo do recomendado, a direção deve ficar pesada e pode começar a fazer barulhos, portanto a reposição do fluido é necessário.

O fluido (tipo ATF)

Para assegurar o bom funcionamento da direção hidráulica, responsável pela redução de até 80% do esforço do motorista ao conduzir seu veículo, a Promax tem o Maxlub ATF, especialmente formulado para transmissões automáticas e direção hidráulica de automóveis, caminhões, equipamentos de terraplenagem e movimentação de carga agrícola.

LEIA MAIS: Fiat Mobi 2021 ganha versão Trekking com suspensão elevada e nova central multimídia

Recall da Volvo chama modelos por problemas no cinto e no limpador de para-brisa

Maxlub ATF está disponível em embalagem de 100 ml para facilitar no momento da reposição. É importante seguir a indicação do período de troca do fluido, que, de acordo com a recomendação do manual do fabricante, pode variar entre 30 mil e 50 mil quilômetros rodados ou a cada dois anos.

Contudo, é preciso ficar atento para eventuais problemas. Uma dica é observar a cor do fluido. Ele é desenvolvido na cor vermelha para facilitar a percepção do motorista em caso de vazamento, porém, quando está vencido, geralmente apresenta uma coloração mais escura, o que indica a necessidade de troca.

Na galeria, veja alguns dos carros testados pelo Garagem360 neste ano.