Testamos: JAC E-JS1, o elétrico mais barato do Brasil

Novo JAC E-JS1

A JAC trouxe de forma oficial no mercado nacional, o E-JS1, um city carro elétrico que integra a família de EV’s da marca chinesa. O modelo é desenvolvido em parceria com a Volkswagen.

Com o lançamento oficial de E-JS1, o veículo torna-se o carro elétrico mais barato do Brasil, desbancando o Renault Zoe. A diferença entre ambos, chega a ser de R$ 80 mil. Tivemos a oportunidade e testar e conhecer de perto o city car. Veja as impressões!

Novo JAC E-JS1
Novo JAC E-JS1 (Foto: Divulgação)

Motorização do JAC E-JS1

Desde já, vamos falar do ponto de destaque do modelo, o motor elétrico. Aqui não há espaço para híbridos. A JAC integra ao E-JS1 um motor 100% de 45kW. O mesmo possui potência de 62 cv de torque de 15,3 kgf,m. Esse é entregue desde o primeiro momento.

Sobre a velocidade máxima, o compacto atinge 110 km/h facilmente. No entanto, esse valor é limitado eletronicamente. O de 0 a 100 km/h é feito em 10,7 segundos.

A autonomia de 300 km é relativa

Algo importante de destacar é a autonomia de 300 km. Para chegar a esse dado, o condutor deve ter em mente que um carro elétrico necessita de algumas atenções a mais para que ele não te deixe na mão.

Como já falado, a velocidade máxima é de 110 km/h, no entanto, a proposta do modelo é ser um carro para uso urbano, onde a velocidade média é de 50 km/h, até menos em trechos de trânsito intenso. Fora essas condições, ao acelerar demasiadamente com o modelo, a autonomia será reduzida.

Então lembre-se: quanto maior a velocidade, menor a autonomia.

No entanto, mesmo com esse adendo, o carro não foge do esperado, pelo contrário. No comparativo no quesito capacidade de percurso, o compacto da JAC está melhor colocado que o Mini Cooper SE e o Nissan Leaf, que possuem 234 km e 272 km de autonomia respectivamente.

Novo JAC E-JS1
Novo JAC E-JS1 (Foto: Divulgação)

Veja também: VW Gol 2022 traz consumo econômico e novos opcionais

O lançamento ainda fica atrás do Fiat 500e, do Renault Zoe e do Chevrolet Bolt, que possuem autonomia de 320 km, 385 km e 416 km.

No momento do teste, em um misto de cidade e estrada, rodamos cerca de 60 km com o JAC E-JS1, a velocidade variou entre 30 km/k e 110 km/h (afinal, precisávamos saber das capacidades totais do veículo). Dessa forma, ao sair com a carga completa, foi gasto cerca de 25% da autonomia total do JAC E-JS1.

Consumo do JAC E-JS1

Segundo a montadora, o city car tem um consumo médio de 9,6 kWh por 100 km, dessa forma, o E-JS1 oferece o custo por km rodado mais em conta de todo o mercado brasileiro – 0,36 MJ/km.

Para recarregá-lo por completo, considerando o custo médio de tarifas de R$ 0,65 por kWh, o proprietário do modelo vai desembolsar R$ 6,24 a cada 100 km. “Encher o tanque” por esse valor e rodar 302 km significa, em linhas gerais, um custo por km rodado 7,5 vezes menor do que um modelo com motor térmico! O custo por km rodado do JAC E-JS1 é pouco mais de 6 centavos.

Mesmo que se adote o custo de R$ 0,90 de kWh, instituído ocasionalmente na “bandeira vermelha”, a despesa de “tanque cheio” salta para somente R$ 26, ou seja, ainda 5,2 vezes mais barato que os mais econômicos modelos a gasolina.

Novo JAC E-JS1
Novo JAC E-JS1 (Foto: Divulgação)

Aproveite e veja: Nissan Kicks 2022, Preços, Ficha Técnica e Mais!

Considerações ao dirigir

Conduzir um elétrico é uma experiência diferente. Não há o som do motor para te indicar que o carro está ligado, ou um câmbio para a troca de marcas. (nem aletas atrás do volante).

Porém, a condução é confortável e a suspensão do veículo está apta às estradas e ruas brasileiras. As aceleradas são dinâmicas e ágeis, já a frenagem é sensível e responde de forma rápida, até demais em alguns casos.

Ainda nesse quesito, obviamente o conforto acústico é um ponto positivo, no entanto, a acústica é prejudicada pelos sons externos que invadem o veículo facilmente.

O Design externo do JAC E-JS1

O compacto com certeza chama atenção por onde passa, suas proporções e cores diferenciadas são os responsáveis por isso.

Por se tratar de um carro para uso urbano, as dimensões enxutas é um padrão. O carro tem 3,65 metros de comprimento e 1,67 m de largura, já as rodas são de 14”.

Outro diferencial é o para-choque fechado, já que estamos falando de um modelo elétrico que não necessita de entradas de ar. Na traseira, o destaque é todo das lanternas em bloco que saltam da lataria.

Novo JAC E-JS1
Novo JAC E-JS1 (Foto: Divulgação)

O interior básico e com console limpo

No interior, as cores externas invadem a cabine. Além disso, os bancos frontais possuem estilo esportivo. O ajuste do mesmo é feito de forma manual. Aqui, eles serão entregues em couro, no entanto, a versão de teste apresentava bancos em tecido.

O painel de instrumentos é substituído por uma tela de 6,2”, onde apresenta a autonomia restante, porcentagem da bateria, velocidade atual e demais informações. A central multimídia é composta por uma tela de 10,25” totalmente sensível ao toque.

A central possui espelhamento por Android Auto e Apple Car Play. No carro de teste, toda a central estava em chinês sem opções de mudança do idioma. Espera-se que a versão oficial já esteja atualizada.

carro elétrico mais barato do Brasil
Novo JAC E-JS1 (Foto: Divulgação)

 

JAC E-JS1
MotorElétrico de 45 kW
Potência/Torque62 cv / 15,3 kgf,m
Transmissãoautomática
Suspensão
Consumo9,6 kW/h a cada 100 km - autonomia de 300 km
Roda e Pneus165/65 R14
Freios
Peso118 km
Dimensão3650 x 1670 x 1540
CapacidadePorta malas: 121 litros
PreçoR$ 149.990
JAC E-JS1
Conjunto mecânico
Espaço interno
Tecnologia
Conectividade
Acabamento
Impressões ao volante
Vale a pena comprar?
Nicole Santana
Nicole SantanaJornalista e especialista em comunicação empresarial, com bagagem de mais de três anos atuando ativamente no setor automotivo e premiada em 2016 por melhor reportagem jornalística através do concurso da Auto Informe. Atualmente dedica-se à redação do portal Garagem 360, produzindo notícias, testes e conteúdo multimídia sobre o universo automobilístico.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
Fechar